“O problema é que eu falei muita m…”, diz Jürgen Klopp sobre passado polêmico

Liverpool teve 23 treinadores em toda sua história: E seu time, quantos anos levou ?
Crédito da foto: Reprodução / Twitter

O alemão Jürgen Klopp parece disposto a se envolver em menos controvérsias na sua empreitada pelo futebol inglês. Antes do confronto da última quinta-feira, contra o Rubin Kazan, pela Europa League, o treinador alemão foi perguntado sobre uma antiga declaração.

No final de 2013, na prévia de confronto com o Arsenal, pela Champions League, Klopp disse que o futebol do time de Arsène Wenger era “como uma orquestra, uma música silenciosa”. Já ele gostava mais “de heavy metal, sempre quero mais barulhento.”

Trabalhando agora na Terra da Rainha, Klopp comentou o passado: “O problema com a minha vida é que eu falei muita merda e ninguém esquece disso.”

Com a língua domesticada, o técnico de muitas outras frases polêmicas — como “eu gosto de dar entrevistas a vocês tanto quanto gosto de ter dor de dente”, dito a jornalistas — se saiu bem contra o Rubin Kazan, vencendo por 1 a 0, fora de casa.

O alemão, que pelo mesmo torneio já havia empatado com os russos em Liverpool, é vice-líder do grupo B da Liga Europa com seis pontos, dois a menos que o Sion, três a mais que o Bordeaux e quatro a mais que o Rubin

Klopp ainda acumula até aqui no Anfield Road, pelo Campeonato Inglês, um empate com Tottenham, um empate com o Southampton e uma vitória fora de casa sobre o Chelsea. É o oitavo colocado da Premier League, a oito pontos do líder Manchester United. Domingo, enfrenta o Crystal Palace, em casa. Com ele, o time ainda venceu o Bournemouth, pela Copa da Liga Inglesa.

Crédito da foto: Reprodução / Twitter



Jornalista formado pela Universidade Metodista em 2009, estagiário do UOL Esportes por seis meses, entre 2006 e 2007, repórter do ESPN.com.br por sete anos, até o início de 2014.