Opinião: Em possível último clássico, Luís Fabiano pode não ser artilheiro dos gols inúteis

Grêmio
Luis Fabiano / Divulgação/São Paulo

Luís Fabiano, divide opiniões da torcida do São Paulo, para muitos é um grande artilheiro, matador e homem de área. Já para outros é jogador de jogos pequenos, marca gols apenas em partidas sem importância e sempre que o time precisa acaba expulso ou se envolve em alguma confusão, mas na tarde de hoje contra o Corinthians, o Fabuloso tem a chance de diminuir as críticas e mostrar que seus 212 gols valem muito ao clube

LEIA MAIS
Mercado da bola: Grêmio já tem proposta para ficar com Maicon em definitivo

Na quinta-feira, Luís Fabiano completou 350 jogos pelo São Paulo e foi presenteado com uma camisa pela diretoria, nada mais do que justo para um dos maiores atacantes do clube e o terceiro maior artilheiro da história do Tricolor. Mas todos esses números não são suficientes para que o Fabuloso seja unanimidade na torcida.

Em duas passagens pelo clube do Morumbi, o atacante conquistou apenas três títulos, nenhum de grande expressão, Torneio Rio-São Paulo (2001), Super Campeonato Paulista (2002) e Copa Sul-Americana (2012), cujo foi expulso no primeiro jogo da final contra o Tigre da Argentina. O atacante inúmeras vezes também foi criticado por eliminações precoces do time em competições importantes.

Hoje, provavelmente, será o último clássico de Luís Fabiano com a camisa do São Paulo e o camisa 9 tem a chance única de provar o seu valor, o Tricolor precisa da vitória para se manter no G-4 e dos gols do Fabuloso, aliás o time do Parque São Jorge pode ser a maior vítima do atacante caso ele consiga balançar as redes no jogo de hoje. O Corinthians já sofreu 10 gols do atacante, ficando só atrás do Vasco que sofreu 11.

Na atual temporada, o Corinthians já foi vítima do camisa 9 por duas vezes, uma no próprio Campeonato Brasileiro e outra na fase de grupo da Copa Libertadores da América, onde o São Paulo precisava vencer o Corinthians para se classificar para as oitavas de final, e Luís Fabiano foi quem abriu o caminho para o Tricolor.

Portanto, se os 212 gols de Fabuloso não contribuíram para algum título de expressão, hoje pode contribuir para selar a classificação do time para a Libertadores da América de 2016, conquista que o torcedor do São Paulo já teria que exaltar, depois de um ano de extrema bagunça e desorganização da diretoria do clube. Uma boa atuação hoje dará a chance de LF9 sair nos braços da torcida Tricolor.

Foto: Divulgação



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.