Palmeiras leva vantagem em finais, mas Santos é soberano no mata-mata

César Greco/Agência Palmeiras

Pela primeira vez na história a Copa do Brasil será decidida por dois clubes paulistas. Santos e Palmeiras entram em campo amanhã, na Vila Belmiro, para primeira partida da final. Entretanto, essa não é a primeira vez que os dois clubes decidem um título.

Em 1928 as equipes decidiram o Campeonato Paulista do ano anterior. Na ocasião o ainda Palestra Itália conquistou o título após vencer o Santos por 3 a 2 na Vila Belmiro.

Os times voltaram a decidir outro título em 1959, novamente no Campeonato Paulista, cuja decisão foi disputada em três jogos e ficou conhecida como “Supercampeonato”. Na primeira partida um empate pelo placar mínimo, no segundo jogo outro empate por 2 a 2. Na terceira e última partida o Palmeiras venceu o Santos de Pelé por 2 a 1 e sagrou-se campeão.

Agora em 2015 os clubes voltaram a decidir um título, outra vez o Campeonato Paulista, mas, dessa vez quem levantou o troféu foi Santos, após decisão nos pênaltis na Vila Belmiro. Agora novamente os clubes se reencontram em outra decisão.

Porém, se em finais o Palmeiras leva vantagem sobre o Santos, em jogos mata-mata o time da baixada possui um retrospecto mais favorável contra o alviverde.

Na Taça Brasil de 1964 e 1965 o Santos eliminou o Palmeiras na semifinal da competição. Em 1997 o peixe voltou a vencer o alviverde na semifinal do Torneio Rio-São Paulo.  Já em 1998 foi à vez do Palmeiras eliminar o Santos também em uma semifinal, mas dessa vez da Copa do Brasil, competição que os clubes decidem em 2015.

No ano seguinte o Palmeiras voltou a eliminar o Santos na semifinal do Campeonato Paulista. Em 2000, o Peixe deu o troco no alviverde também na semifinal do Paulistão o feito se repetiria em 2009 e em 2013, dessa vez pelas quartas finais do Campeonato Paulista.

Se o Palmeiras leva mais vantagens em finais o time da Vila Belmiro possui um retrospecto mais eficiente em jogos de mata-mata. Ao todo foram 11 confrontos, com sete vitórias santistas e quatro palmeirense, entretanto, o Palmeiras venceu duas finais enquanto o peixe conquistou apenas uma.