Palmeiras promete punir sócios que revenderem ingressos para final

Palmeiras
Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O Palmeiras divulgou uma nota prometendo punição aos sócios-torcedores Avanti, que revenderem seus ingressos comprados para o segundo jogo da final da Copa do Brasil, contra o Santos, no dia 2 de dezembro.

LEIA MAIS:

Inédito: Palmeiras terá público 100% de sócios torcedores nas finais da Copa do Brasil

Sonhando se tornar ídolo, Robinho crava: “Palmeiras está pronto para ser campeão”

De acordo com o clube, diversos casos já foram identificados depois que 100% dos bilhetes foram comercializados na última segunda-feira.

Considerado ilegal pelo programa, pois o bilhete é pessoal e intransferível, alguns sócios compraram o ingresso no período de pré-venda exclusiva e depois colocaram à venda em redes sociais. No dia do jogo, o comprador usaria a carteirinha do vendedor e assistiria à partida.

O clube informou que já bloqueou “dezenas de carteirinhas”, disponibilizando o ingresso novamente à venda, e que o monitoramento vai continuar.

Veja, na íntegra, a nota oficial emitida pelo clube:

A Sociedade Esportiva Palmeiras vem a público informar que identificou vários sócios-torcedores do clube comercializando, por meio de redes sociais, seus próprios ingressos para a segunda partida da final da Copa do Brasil 2015. As entradas adquiridas pelos inscritos no Avanti são pessoais e intransferíveis, o que torna a revenda desse produto ilegal.

Qualquer pessoa que esteja realizando tais atos terá seu cadastro bloqueado no programa alviverde e o bilhete será invalidado e recolocado à venda. As carteirinhas identificadas nessa situação não funcionarão nas catracas e, portanto, os compradores não terão acesso ao Allianz Parque.

A diretoria do clube pede aos torcedores que não adquiram essas entradas e denunciem quem estiver realizando esse comércio.

O Palmeiras informa que dezenas de carteirinhas já foram bloqueadas e que continuará o monitoramento dessas atividades.

Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras