Por onde andam os corintianos autores dos gols 7 gols contra o Santos?

Foto: Reprodução/Youtube

No dia 6 de novembro de 2005, há exatos 10 anos, o Corinthians protagonizava a sua terceira maior goleada da história contra o Santos. Sem dó e nem piedade, a equipe dirigida por Antônio Lopes massacrou o rival com incríveis 7 a 1, em uma tarde de domingo, no Pacaembu e deu enorme passo rumo ao tetracampeonato brasileiro.

Por onde andam os autores dos sete gols contra o Santos?
O atacante argentino Carlitos Tevez deitou e rolou. Fez três gols contra o time praiano e ainda foi eleito o craque da competição. Ele ficou no Timão até 2006. Rodou por West Ham, Manchester United, Manchester City e Juventus. Desde o segundo semestre deste ano, Tevez defende o Boca Juniors, clube que o projetou para o futebol mundial. Nos últimos dias, ele ajudou o time xeneize a faturar os títulos do Campeonato Argentino e da Copa da Argentina.

Quem também obteve destaque no clássico foi o atacante Nilmar, autor de dois gols. Ele ficou no Timão até agosto de 2007. No mês seguinte se transferiu ao Internacional. Teve passagens pelo Al-Rayyan e Al-Jaish, ambos do Catar. Retornou ao Inter em setembro de 2014. Menos de um ano depois, Nilmar foi negociado com o Al-Nassr, dos Emirados Árabes Unidos. Em baixa, o brasileiro pode ter o contrato rescindido pelos xeiques, segundo o Zero Hora. Em 10 jogos oficiais, marcou apenas um gol.

O volante Rosinei, autor do gol que abriu o placar, atuou no Timão entre 2004 e 2007. O meio-campista revelado pelas categorias de base alvinegra ainda rodou pelo Real Murcia-ESP, Internacional, América-MEX, Atlético-MG e Coritiba. Desde setembro, defende o Paraná Clube, que disputa a série B do Campeonato Brasileiro.

O volante Marcelo Mattos fechou a tampa do caixão santista. A sua primeira passagem pelo Corinthians ocorreu entre 2004 e 2007. Foi negociado com o Panathinaikos-GRE. Retornou por empréstimo ao Timão em 2009, porém, sem espaço com Mano Menezes acabou sendo dispensado. Passou pelo Botafogo e desde julho deste ano defende o Vitória.

Foto: Reprodução/Youtube

 

 



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)