Revelação da MLS está na mira do Chelsea; conheça Matt Miazga

O zagueiro Matt Miazga protege a bola do atacante Lisandro López, do Lyon, durante amistoso entre as equipes em 2014

Considerado a principal revelação do futebol nos Estados Unidos, o zagueiro Matt Miazga, de 20 anos, que atua pelo New York Red Bulls, já começa a chamar a atenção de clubes ingleses, entre eles o Chelsea.

LEIA MAIS:

Mercado da Bola: Ronaldinho tem duas propostas para atuar nos EUA

Mercado da Bola: Kaká teria sido oferecido ao barcelona durante pausa da MLS

De acordo com a revista inglesa “Four Four Two”, além do time de José Mourinho, o Stoke e o Leicester também observam o beque, que disputou o último Mundial sub-20 com a seleção norte-americana.

Na publicação, Miazga tem seu estilo comparado ao de Jaap Stam, ex-zagueiro holandês, que atuou por Manchester United, Lazio e Milan, entre outros, mas, segundo ele, ainda não está na hora de se mudar para o Velho Continente.

“Sei dos rumores, mas, no momento, quero continuar por aqui”, afirmou Miazga. “Meu objetivo é jogar no nível mais elevado, mas estou feliz em Nova York. Acredito que ainda posso crescer e me tornar um jogador melhor. E quando chegar o momento certo, estarei pronto para a Europa.”

Perguntado sobre qual liga gostaria de atuar no futuro, o garoto não titubeou: o Campeonato Inglês. “Eu amo a Premier League. É um campeonato muito competitivo e há muita paixão envolvida. Espero ter algum dia a oportunidade de jogar lá. E creio que minhas características encaixam com o estilo de jogo que se pratica por lá”, disse o zagueiro de 1,90m.

Apesar da certeza do local em que quer jogar no futuro, Miazga ainda não definiu que seleção vai defender no nível internacional.

Apesar de ter nascido e crescido em Nova Jersey, nos Estados Unidos, a revelação da MLS (Major League Soccer) é filho de poloneses e já defendeu o pátria dos pais entre dos 16 aos 18 anos, entretanto, desde 2012, vem atuando pelas seleções de base dos EUA, inclusive na disputa do Mundial sub-20 deste ano.

“Minha família quer que eu jogue pela Polônia e meus amigos me encorajam a escolher os Estados Unidos. Eu me sinto tanto polonês quanto americano, me sinto mesmo. É muito difícil”, explicou o jogador, que tem o alemão Jerome Boateng, do Bayern de Munique, além do espanhol Sergio Ramos e o francês Raphael Varane, ambos atletas do Real Madrid, como modelos no futebol.

Ciente disso, o técnico da seleção principal dos EUA, o alemão Jurgen Klinsmann, não perdeu tempo e, na última sexta-feira, anunciou os 23 jogadores convocados para os primeiros confrontos das eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia (os EUA enfrentam São Vicente e Granadinas, no dia 13, e Trinidad e Tobago, quatro dias depois) com o nome de Matt Miazga entre eles.

Em breve saberemos qual será a pátria escolhida pela joia do New York Red Bulls.

O time norte-americano está nos playoffs da MLS e hoje enfrenta o DC United, em Nova York, com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo, na casa do rival, por 1 a 0, para avançar à final da conferência Leste.

Foto: Divulgação/Facebook