Torcida aguarda e terá um novo Flamengo em 2016

Divulgação: Flamengo.

E o Brasileirão ainda não terminou e já começaram as especulações de quem fica e quem saí das equipes para o ano que vem. E com o Flamengo não é diferente.

LEIA MAIS:
Mercado da Bola: Pretendido pelo Flamengo, diretor garante Michel Bastos no São Paulo
Mercado da Bola: Willians revela sondagem do Flamengo, mas quer ficar no Cruzeiro

Mercado da Bola: Palmeiras tem interesse em Paulinho, do Flamengo

Nem mesmo o “virtual” campeão brasileiro, Corinthians deve manter 100% de seu plantel. A mudança nem sempre é vista como positiva, principalmente nas equipes que foram relativamente bem ou acima do esperado, porém os altos custos, excesso de jogador por posição e pressão da torcida levam os clubes a remarem por esse caminho.

Esse é o caso, por exemplo do Flamengo. O rubro-negro há um bom tempo não empolga o seu torcedor. Todo ano as promessas de que o time entrará para disputar títulos, valorizar ainda mais a marca e ser uma referência de gestão e planejamento vão por água abaixo.

Mas o torcedor também reconhece que no caso da gestão atual, não há o que reclamar no que não diz respeito aos cofres do clube. Presidente, conselheiros e diretores foram muito importante para vários fatores do clube. Aos poucos, o Flamengo diminui os prejuízos deixados pelos antecessores. A gestão atual dificilmente comete “loucuras” para dar respostas para A ou B e desde sempre deixam claro que o clube, antes de tudo é o que importa.

A questão que fica no ar é que 2015 foi um péssimo ano no que diz respeito ao futebol. Contratações foram feitas, porém sem o resultado esperado. A maioria vista como equivocadas. É claro que tudo leva um tempo, mas o torcedor não tem a paciência. Dezembro se aproxima e com ele mais uma eleição. Quem será a equipe para tocar o triênio? Seja lá quem for que assuma, a expectativa da Nação é para que os pés se mantenham no chão e que as aberturas de cofres sejam mais efetivas.

A barca, independente de quem assuma está pronta e praticamente acertada. Pará, Ayrton, Everton, Marcelo Cirino, Paulinho, Almir, Armero, Gabriel, entre outros devem arrumar às malas com destino à outra equipe. O clube deve priorizar a chegada de reforços para sua defesa, homens de criação e mais um atacante.

Vejo como válido a análise de trocas com outras agremiações que tem a necessidade de diminuírem seus plantéis como Internacional, Palmeiras e Cruzeiro. Pode dar samba muito em breve. Já no comando ainda não é certa a permanência de Oswaldo de Oliveira. Tudo dependerá da reta final do Brasileirão, o que convenhamos não deve mudar de cenário até o final. É aguardar para ver.

Até a próxima!

Foto: Divulgação



Sou formado em Publ & Prop, jornalismo e rádio. Trabalhei em grandes empresas do ramo de serviços e desde 2003 atuo na área esportiva. Fiz parte da equipe da rádio Record e rádio USP, onde criei, produzi e apresentei 2 programas esportivos. Coordenei o principal programa jornalístico da rádio Estadão ESPN. Atualmente atuo na área comercial.