União Barbarense supera salário atrasado em busca da final na Copa Paulista

O União Barbarense recebe o Ituano pela primeira partida da semifinal da Copa Paulista, neste sábado (07), às 16h, na Toca do Leão, em Santa Bárbara D’oeste. O Galo de Itu chega após eliminar o Mirassol. Por outro lado, o União supera a falta de pagamento para encarar o adversário desta tarde.
LEIA MAIS:
FPF divulga data e horário das semifinais da Copa Paulista 2015
Confiante, Rafael Tufa fala sobre emoção e expectativa na Copa Paulista
Opinião: Semifinais da Copa Paulista não poderiam ser mais justas
Como mandante, O Leão da Treze tem aproveitamento de 76% na competição. Em seus domínios, a equipe de Santa Bárbara venceu cinco jogos, empatou um e conta com apenas uma derrota. De 21 pontos, o clube faturou 16 pontos em disputa.

Para o duelo deste sábado (07), o técnico Waguinho Dias deve começar com uma escalação ofensiva. Mesmo com a recuperação de Léo, o treinador mantém o atacante Joãozinho que vem sendo destaque da equipe dentro de campo.

Já o Ituano, que eliminou o Mirassol nas quartas de final, vai à Santa Bárbara em busca de manter a hegemonia galista. A vitória na semana passada deu ânimo aos jogadores que prometem dar o sangue para sair em vantagem sobre o Leão da Treze.

Na primeira partida da semifinal, o técnico Tarcísio Pugliese ainda não definiu a escalação. No departamento médico, o lateral Dick e o meia Bassani ainda se recuperam de lesão e devem ser desfalques. O treinador conta com o retorno do atacante Claudinho após suspensão.

Foto: Divulgação

FICHA TÉCNICA
União Barbarense x Ituano
Copa Paulista
07 de novembro de 2016
Horário: 16h
Estádio: Toca do Leão
Cidade: Santa Bárbara D’oeste

Árbitro: Marcio Henrique de Gois
Assistente 1: Gustavo Rodrigues de Oliveira
Assistente 2: Vitor Carmona Metestaine

Provável Escalação

União Barbarense: Douglas; Oliveira, Rodolfo, Petterson e Dodô; Magrão, Rafael Tufa e Jean Natal; Joãozinho, Diego Higino e Felipe Pará.

Ituano: Fábio; Gilberto, Naylhor, Renato e João Paulo; Jonatan Lima (Kenedy), Jair, Claudinho e Guilherme; Marcão e Zambi.



Ribeirão-pretano com orgulho e apaixonado por todas as modalidades esportivas. Jornalismo esportivo é uma das paixões que carrego em meu peito. Sonhar é o que mantém o Homem vivo. "O Homem não morre quando deixa de existir, e sim quando deixa de sonhar".