Veja o que Renato Augusto diz sobre comemoração contra o Coxa

“É difícil dar volta olímpica se você ainda não é campeão”, disse o meia Renato Augusto descartando a possibilidade de volta olímpica no jogo contra o Coritiba, sábado. O jogador corintiano deu a entrevista ao programa ‘Seleção Sportv’, na quarta (4). 

Leia mais: 8 canetas espetaculares de Renato Augusto do Corinthians em 2015; Veja

Para ficar ainda mais perto do hexacampeonato o Corinthians tem de vencer o Coritiba em casa , no sábado, às 19h30, mas também depende do resultado do jogo entre Atlético -MG e Figueirense que acontecerá no domingo em Florianópolis, para que a diferença de pontos que atualmente é de 11, seja  inalcançável, o Atlético tem de ser derrotado. De acordo com a declaração de Renato Augusto, o torcedor vai ter que esperar mais um pouco pelo grito de: “É Campeão”:

“Não vou dar volta olímpica, porque infelizmente o Atlético-MG joga depois. Então mesmo se ganhar do Coritiba não vai ter como comemorar. O ideal seria os dois jogos no mesmo horário para ter uma noção. Então vamos ter que esperar. A gente (o elenco) ainda não conversou muito sobre isso. É difícil dar volta olímpica se você ainda não é campeão. Vamos ter que ter paciência. O torcedor está ansioso para gritar “É campeão”, então teremos que ter um pouco mais de paciência”, afirmou o camisa 8 do Timão.

Além da fiel torcida, Renato Augusto que tem sido peça fundamental no elenco do Corinthians, vai lembrar desta temporada com carinho: “Foi uma temporada em que eu voltei a jogar em alto nível. No ano passado, os últimos seis meses foram muito bons. Mas esse ano foi mais completo. Já tinha jogado assim um tempo no Flamengo, no Bayer (Leverkusen) também. Mas, com titulo ou não, foi um ano muito especial – admitiu.

O Corinthians formalizou pedido para que a CBF alterasse o dia e o horário do confronto contra o Coritiba, a decisão esbarrava em questões de logística, já que haveriam dois jogos na capital simultaneamente, pois o Palmeiras enfrenta o Vasco no domingo, o que também esbarraria em segurança, além disso o Corinthians já havia vendido todos os ingressos para o confronto. Além disso o time do Paraná, teria de adiar as passagens ou reservar o hotel. A decisão acabou sendo negada pela entidade.

Imagem: Reprodução/Sportv

 



Formada em jornalismo pelo Mackenzie, demorei anos para perceber que dá, sim, para ir atrás dos sonhos e trabalhar com o que se gosta: o esporte. Hoje me divido entre o esporte e a política. Nunca vou me conformar com os que dizem: "É só futebol.."