Vice de futebol do Internacional opina sobre a confusão no Beira-Rio

Inter
Alexandre Lops / Inter

Gol da vitória do Internacional marcado aos 43 minutos do segundo tempo gera polêmica e causa tumulto no fim da partida. Jogadores e dirigentes da Ponte Preta alegam faltam de fair play, enquanto o vice presidente de futebol colorado, Carlos Pellegrini, entende que a reclamação dos ponte-pretanos é “natural”.

LEIA MAIS
Argel explica lance polêmico da vitória do Internacional
Inter x Ponte Preta termina em confusão no Beira-Rio
Renata Fan comemora vitória do Inter na web e é cornetada: “cadê o fair play?”
VÍDEO: Zagueiro da Ponte Preta tenta agredir Argel Fucks no vestiário

O clima esquentou no fim da partida entre Internacional e Ponte Preta, no Beira-Rio. Após o gol da vitória colorada sair no final do segundo tempo, depois de um suposto lance que teria de ser aplicado o controverso fair play, dirigentes e jogadores ponte-pretanos criticaram muito o técnico Argel Fucks e os jogadores do Inter por entenderem que o time da casa teria de ter devolvido a bola aos campineiros. O lance seguiu e o gol aconteceu.

Após a partida, o vice presidente de futebol do Internacional, Carlos Pellegrini, opinou sobre a jogada explicando o seu ponto de vista. No lance em questão, o atacante Alexandro, da Ponte, jogou a bola pra fora por conta de câimbras de Biro-Biro. O Internacional não devolveu a bola e fez o gol na sequência.

“Natural [a indignação], porque tomaram um gol no final do jogo. A Ponte Preta é um time que está buscando também a classificação para a Libertadores. Os jogadores acharam que precisava de fair play, e o Argel mandou seguir. Caiu, levantou e segue o jogo. Não tinha necessidade de devolver a bola. Não tenho que avaliar a atitude do nosso treinador. Não sei do que estão reclamando. Não existe fair play no momento em que o jogador não sofre a falta”, opinou o dirigente.

Com a vitória, o Internacional chega aos 53 pontos, mesma pontuação de Santos e São Paulo, respectivamente 4º e 5º colocados que ainda jogam neste domingo. A Ponte, por sua vez, estaciona na 7ª colocação com 50 pontos e engrossa a torcida contra a dupla paulista no complemento desta 34ª rodada.

Foto: Alexandre Lops / Internacional