VÍDEO: Árbitro comete erro absurdo, marca pênalti inexistente e dá título ao Boca

Reprodução

O Boca Juniors é o campeão da Copa Argentina, mas a conquista do time de Tevez está manchada por um erro absurdo do juiz Diego Ceballos. A equipe venceu o Rosario Central por 2 a 0 e o primeiro gol, marcado por Lodeiro, surgiu de um pênalti inexistente, enquanto o segundo, de Chaves, estava impedido.

Aos 7 minutos do segundo tempo, o lateral esquerdo Ferrari, do Rosario, derrubou Peruzzi, lateral direito do Boca, um metro fora da área, mas Ceballos marcou o pênalti. Os jogadores do Rosario reclamaram muito com o árbitro, que consultou o assistente e não mudou sua decisão.

Depois de quase 3 minutos de paralisação, Lodeiro, ex-jogador de Botafogo e Corinthians, cobrou bem e marcou o único gol da partida.

Já perto do final do jogo, Chaves recebeu em posição irregular e marcou o segundo gol, sacramentando o título.

A Copa Argentina – a terceira do Boca – é a segunda conquista do time de Tevez em apenas três dias. No domingo, o time se tornou campeão argentino. O duelo foi realizado em campo neutro, no Estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba.

Após o apito final, os jogadores do time derrotado e o técnico Eduardo Coudet, expulso durante o jogo, partiram para cima do trio de arbitragem, reclamando muito dos erros de arbitragem. O treinador chorava muito e falou sobre os erros. “Nos roubaram a final, não a perdemos”, disse.

Assista ao lance polêmico e à cobrança:

Assista ao segundo gol do Boca:

Crédito da foto: Reprodução



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.