Agora é elite! Novorizontino tem 2015 inesquecível com acesso e sonho realizado

Foto: Wiliam Lima/Grêmio Novorizontino

Na prática, o Grêmio Novorizontino é um daqueles times cujo ano dura apenas cinco meses, já que o clube não disputa nenhuma divisão nacional, nem participa da Copa Paulista. Mas a retrospectiva de 2015 para os torcedores do Tigre do Vale é muito mais rica e animadora do que a de muitas equipes pelo Brasil. A temporada marcou a realização de um sonho para o clube e sua cidade, Novo Horizonte: conseguiu o acesso à primeira divisão do Paulistão.

O Grêmio Novorizontino foi profissionalizado apenas em 2010, embora tenha sido fundado em 2001. O time é o sucesso do antigo Grêmio Esportivo Novorizontino, que fez história ao participar da Final Caipira do Paulistão de 1990, contra o Bragantino, ficando com o vice-campeonato estadual. Com o mesmo mascote, cores, uniforme, escudo bem parecido e (até o fim deste ano) hino do antigo clube, o novo Tigre é considerado pelos moradores de Novo Horizonte como o mesmo clube.

O amor da cidade pelo clube já foi comprovado desde a primeira disputa profissional, na quarta divisão do Paulistão, em 2012. De cara, o clube conquistou o acesso. Em 2013, tendo que se preparar para a Série A-3 em apenas dois meses, o time conseguiu ficar estável, sem correr o risco de rebaixamento pelo qual passam muitos dos que sobem nessa divisão. A quarta divisão é disputada no segundo semestre, enquanto as três primeiras são no começo do ano. Ou seja, quem sobe tem pouco tempo para montar um time do nível da divisão superior.

Mas o tempo era aliado do Novorizontino, que teve a chance de montar um time vencedor para a temporada de 2014, trazendo o técnico Guilherme Alves. O treinador é aquele ex-atacante que se destacou pelo Atlético-MG no Brasileirão de 1999, artilheiro da competição com 28 gols. Surgiu com destaque no São Paulo e ainda atuou por clubes como Vasco, Grêmio e Cruzeiro. Resultado: Novorizontino campeão da Série A-3.

A manutenção do treinador e da base do time campeão da terceira divisão, com reforços que deixaram a equipe mais forte, foi a base do sucesso do Novorizontino em 2015. No formato de pontos corridos da Série A-2, o Tigre demorou a fincar posição no G-4, perdendo pontos bestas inclusive em casa. Mas, na reta final, a equipe soube crescer na hora certa e ainda subiu com uma rodada de antecedência.

Agora, o Novorizontino se prepara para 2016. Para todas as estatísticas, será sua primeira vez na elite paulista. Para o coração do torcedor, será o retorno à primeira divisão de um time que dela nunca deveria saído. Curiosamente, a última participação do antigo “GEN” na Série A-1 foi há exatos 20 anos, em 1996. O futuro agora é muito mais promissor.

Foto: Wiliam Lima/Grêmio Novorizontino



Editor do Torcedores.com, está no site desde julho de 2014. Repórter e apresentador da TV Torcedores. Formado pela Universidade Metodista de São Paulo, já passou por UOL, Editora Abril e Rede Record. Participou da cobertura da Copa do Mundo de 2014, de dois Pans, dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 e do Rio 2016.