Brasileiro do Hiroshima marca duas vezes e time japonês vence o Guangzhou

Do banco para colocar no pódio, o atacante brasileiro Douglas não teve muito tempo em campo, mas o tempo dele em campo foi básico para colocar o Sanfrecce no pódio do Mundial de Clubes.

Pela terceira vez na história, um clube japonês terminou no pódio do Mundial de Clubes da Fifa. O Sanfrecce Hiroshima superou o Guangzhou Evergrande, campeão asiático, e igualou os feitos de Urawa Reds em 2007 e Gamba Osaka em 2008.

Apesar de ter levado um gol logo no início, marcado por Paulinho, o campeão da J-League reagiu e virou no segundo tempo com dois gols de Douglas, que havia começado no banco. Moriyasu teve problemas para escalar a equipe, com Notsuda e Shibasaki lesionados e Chiba suspenso. Descansou alguns titulares da semifinal quatro dias atrás, como Sasaki, Kazuyuki Morisaki, Kashiwa e Douglas.

O jovem Miyahara (19 anos) ganhou uma chance na zaga, que teve o retorno de Mizumoto. Marutani fez a dupla de volantes com Aoyama, o único “insubstituível” do Sanfre. Mikic, Asano e Sato voltaram ao onze inicial.

Felipão também teve desfalques, principalmente na zaga, com Feng Xiaoting suspenso e Zou Zheng lesionado (além do goleiro Zeng Cheng que não disputou o Mundial). Robinho também ficou de fora da decisão do terceiro lugar. No ataque, a novidade foi Gao Lin no lugar de Zheng Long.

Foto: Reprodução/Twitter



Nascido em Sorocaba, acompanha futebol desde os 8 anos e é apaixonado pelo europeu. Tem simpatia pelo Argentino e também gosta muito do Brasileiro. Basquete é outra opção boa.