Comentarista diz que árbitros sofrem assédio moral e têm medo de retaliação da CBF

Foto: Reprodução

O movimento “Ocupa CBF” na terça-feira (15) deixou claro que muitos ex-jogadores, artistas e personalidades do esporte estão descontentes com os escândalos que rondam a entidade mais importante do futebol brasileiro. Um que expôs fortemente seu ponto de vista é o ex-árbitro Salvio Spinola, que em seu blog no ESPN.com.br disse que juízes sofrem assédio moral e não podem criticar a confederação.

LEIA MAIS
Coragem! Apresentador do SporTV reedita tweet sobre Felipão que foi piada nos 7 a 1; veja

“Árbitro de futebol é uma das profissões com maior assédio moral que existem. Tem apenas um empregador, a CBF. Difícil se posicionar contra a entidade e os chefes. É sabido que tem retaliações em escalas”, disparou Spinola, que afirmou que eles têm medo de criticar a CBF para não sofrerem algum tipo de retaliação.

“É comum o árbitro se calar em movimentos contra a CBF. As entidades representativas da classe deveriam tomar uma posição a favor dos árbitros, mas são comprometidas com o ‘patrão’ e se calam”, complementou o comentarista dos canais ESPN. Segundo ele, seis árbitros (que não tiveram os nomes revelados) afirmaram ser a favor do “Ocupa CBF”, mas não vão se expor publicamente para não serem expulsos do quadro de arbitragem.

Crédito da foto: Reprodução/ESPN Brasil



Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.