“Eu não sou corrupto”, afirma Del Nero em depoimento à CPI do Futebol

Reprodução

O presidente licenciado da CBF, Marco Polo Del Nero, depôs nesta quarta-feira na CPI do Futebol do Senado na tarde desta quarta-feira (16) e negou estar envolvido nos escândalos de corrupção na entidade e em contratos da Fifa e da Conmebol.

Questionado pelo senador Romário, presidente da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), se a CBF é uma entidade corrupta, Del Nero respondeu.

“Eu não sou corrupto. A CBF é formada pela sua presidência e 200 funcionários, eu respeito todos”, disse.

O político e ex-atacante também perguntou porque o dirigente não viaja mais com a seleção brasileira. Desde que passou a ser investigado pela Justiça dos Estados Unidos e pelo FBI, Del Nero não acompanhou mais a equipe em viagens para o exterior e dentro do Brasil também.

“Os advogados me aconselharam a não fazer”, disse Del Nero. “Medo de ser preso?”, questionou novamente Romário. “Não sei, me aconselharam a não fazer”, afirmou.

Após uma pergunta do senador Randolfe Rodrigues se tinha medo de ser preso, Del Nero novamente respondeu. “Não tem motivo para ser preso.”

Romário ainda prestou um depoimento ao encerrar a sua rodada de perguntas e pediu a saída de Del Nero do comento da CBF para que a entidade possa trabalhar em prol do futebol brasileiro sem as manchas da corrupção.

Ao falar sobre a sua atuação como vice-presidente da CBF quando José Maria Marin, preso nos Estados Unidos, era o presidente, Del Nero deu uma resposta inesperada. “Vice é vice, vice não manda”, revelou.

“As investigações mostrarão a coerência de minha conduta. Sou acusado de forma injusta mas não surpreendente. Entendo que todos que estamos em altos cargos no futebol podemos ser questionados. Eu me defenderei em todos os foros adequados, mas não tenho o que esconder”, afirmou Del Nero.

Assista ao depoimento de Del Nero a CPI do Futebol.

Crédito da foto: Reprodução



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.