Ex-zagueiro do Grêmio é preso após jogo beneficente por atraso no pagamento de pensão

Titular do Grêmio na trágica campanha tricolor em 2004, que culminou no segundo rebaixamento da história do clube, o zagueiro Fábio Bilica foi preso neste domingo (20) após participar de uma “pelada” beneficente em Araçagi, no interior da Paraíba.

MAIS NOTÍCIAS:

Ele foi levado à Central da Polícia Civil de Guarabira, que cumpriu um mandado de prisão em aberto por atraso no pagamento de pensão alimentícia no valor de R$ 16 mil.

Segundo o delegado Wallber Virgulino, Bilica não reagiu à prisão e chegou a alegar que já tinha pago o valor. Porém, conforme informações apuradas pelo Globoesporte.com, amigos do jogador já estavam em João Pessoa para fazer o depósito, mas estava com dificuldades por se tratar de domingo e as agências bancárias estarem fechadas.

Problema com a polícia não é novidade na vida do zagueiro. Em 2013, ele foi acusado de estuprar a mulher e a filha de 15 anos. Na época, acabou sendo indiciado. Bilica está de férias na Paraíba enquanto a temporada turca não retorna. Atualmente, ele defende o Elazigspor.

Natural de Campina Grande, Fabio Bilica tem passagens por times como o Vitória, Grêmio, Goiás Venezia-ITA, Palermo-ITA, FC Körn-ALM, Istres-FRA e Silvasspor-TUR. Ele também fez parte do time olímpico do Brasil em 2000.

Getty Images.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.