Goleiro de hóquei é chamado às pressas… para jogar no time rival; entenda

Reprodução/Facebook

Um jogador de hóquei no gelo passou por uma situação inimaginável na última sexta-feira (17). Santino Vasquez, um dos goleiros do Minnesota Wild, teve de ser relacionado para jogar no adversário, o New York Rangers, após os visitantes perderem o goleiro titular por lesão.

LEIA MAIS:
Árbitro de hóquei tenta separar briga e acaba apanhando; assista
Torcida arremessa quase 30 mil URSINHOS em quadra de hóquei no Canadá

 

 

De acordo com o site “Bleacher Report”, Santino Vasquez estava em casa, assistindo à partida pela televisão, quando recebeu um telefonema. Era do Wild e dizia que ele tinha de se apresentar imediantamente ao ginásio Xcel Energy Center. Mas não para, enfim, atuar pelo time.

A NHL (National Hockey League, a liga de hóquei no gelo dos Estados Unidos e do Canadá) tem uma regra em que cada equipe deve deixar um goleiro de sobreaviso em caso de lesão do goleiro do time visitante. Vasquez estava avisado sobre isso há cerca de um mês. E, literalmente, precisou vestir a camisa do rival.

O goleiro titular do Rangers na noite, o finlandês Antti Raanta deixou a partida logo no primeiro tempo, após se machucar após o disco bater em seu rosto após uma tacada. O sueco Henrik Lundqvist assumiu o posto. E Vasquez precisou ser o “reserva” do Rangers.

“Tive dois minutos para sair. Peguei minhas coisas e fui para o ginásio”, falou o goleiro ao jornal “Pioneer Press”. “Não fiquei muito nervoso com a situação. Já estive bastante (embaixo do gol) e estaria pronto para jogar”, completou o atleta de 26 anos.

A lesão do goleiro titular do Rangers aconteceu quando a equipe perdia o confronto por 1 a 0. No fim, o Minnesota Wild venceu o duelo por 5 a 2.

Crédito da foto: Reprodução/Facebook



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.