Mercado da bola 2016: saiba o que Tite pediu à diretoria do Corinthians

Foto: Divulgação Corinthians

O Corinthians encerrou a temporada 2015 da melhor maneira possível: sendo campeão brasileiro com sobras e não dando chance aos rivais. Para se manter em alta no próximo ano, o técnico Tite pediu à diretoria a contratação de quatro jogadores: um zagueiro, dois meias e um atacante. A informação é do blog do jornalista João Carlos Assumpção, do “Lance!”.

LEIA MAIS:
Presidente do Corinthians diz que renovação de Renato Augusto já esta bem encaminhada
Mercado da bola 2016: Veja o resumo das NEGOCIAÇÕES do Corinthians
Mercado da bola 2016: Vagner Love recebe sondagem da China e pode deixar o Corinthians
Neto diz que teve de vencer “vodu” para ser campeão brasileiro em 1990

 

Ao todo, foram passados para a diretoria alvinegra os nomes de dez jogadores: três defensores, quatro meias e três atacantes. A intenção é que o presidente Roberto de Andrade e os demais cartolas do Corinthians consigam fechar com quatro deles.

Para o meio de campo, o nome de Marlone não estaria entre as opções listadas pelo técnico da equipe, de acordo com o jornalista. O pedido de Tite é que outros dois meias cheguem para o elenco, que perdeu Jadson para o Tiajin Quanjian, clube da segunda da China treinado pelo brasileiro Vanderlei Luxemburgo, e pode perder Renato Augusto para o futebol europeu – o meia recebeu sondagens do Shalke 04.

O nome do atacante Alexandre Pato (foto) é outro que marcou presença na lista apresentada por Tite. O jogador, que voltará ao Corinthians – com quem tem contrato – após um período emprestado ao São Paulo, é a terceira opção dos nomes listados para o ataque.

Até o momento, o Corinthians acertou somente uma contratação. Trata-se do meia Alan Mineiro, que veio do Bragantino. Ele tem 28 anos e teve 70% dos direitos econômicos comprados pelo alvinegro do Parque São Jorge por R$ 1 milhão.

Crédito da foto: Divulgação/Corinthians



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.