Neto diz que teve de vencer “vodu” para ser campeão brasileiro em 1990

Divulgação/TV Band

Ex-camisa 10 do Corinthians na campanha do título brasileiro de 1990, o agora apresentador de TV Neto afirmou que teve de superar até mesmo “vodu” de torcidas adversárias para ajudar o Timão. O apresentador do programa “Os Donos da Bola”, da TV Bandeirantes, deu mais detalhes ao relembrar da campanha do alvinegro no Campeonato Brasileiro de 25 atrás.

LEIA MAIS:
Mercado da bola 2016: Veja o resumo das NEGOCIAÇÕES do Corinthians
Relembre. Há 25 anos, o Corinthians conquistava seu primeiro campeonato brasileiro
VIDEO: Os 25 anos do mais corintiano dos títulos nacionais
Neto convoca sua seleção e diz que venceria Dunga

 

“Pouca gente acreditava que o Corinthians pudesse ganhar o título brasileiro. E por sinal, nem nós. Só fomos acreditar lá no jogo contra o Bahia. Os caras fizeram um monte de coisa, aqueles bonequinhos furando meus olhos, aquelas coisas todas”, falou Neto.

O título brasileiro do Corinthians em 1990 foi o primeiro do clube do Parque São Jorge. Considerado azarão, o time comandado dentro de campo por Neto despachou Atlético-MG, Bahia e São Paulo no mata-mata.

O Galo foi o primeiro adversário do Timão nas quartas de final. E o clube paulista venceu o primeiro jogo por 2 a 1 e empatou o segundo por 0 a 0. Diante do Bahia, na semifinal, o Corinthians repetiu os placares e avançou para a final. Diante do São Paulo, o alvinegro teve duas vitórias por 1 a 0 e conquistaram o primeiro troféu nacional do clube.

A conquista do Brasileirão aumentou consideravelmente a expressão do Corinthians no cenário nacional. Hoje, o clube tem mais cinco brasileiros (venceu o torneio em 1998, 1999, 2005, 2011 e 2015), três Copas do Brasil (1995, 2002 e 2009), uma Taça Libertadores da América (2012) e dois Mundiais de Clubes da Fifa (2000 e 2012).

Crédito da foto: Divulgação/TV Band



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.