O ano de Tite no Corinthians

#Tite55: o mais vitorioso, Tite busca outros recordes no comando do Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Quando o torcedor corintiano repassa seu 2015, uma das maiores satisfações foi o retorno do técnico Tite. Em sua terceira passagem pelo Parque São Jorge, o comandante superou as instabilidades da equipe e as dificuldades apresentadas em etapas eliminatórias para, enfim, comemorar mais um troféu de campeão brasileiro.

LEIA MAIS:
Quem foi bem e quem foi mal no Corinthians em 2015? Vote!

O Corinthians foi o único time da elite nacional a ter seu banco de reservas ocupado o ano todo pelo mesmo treinador, o que contribuiu para que a equipe pudesse se entrosar e chegar onde chegou. Enquanto houve quem chegasse a trocar várias vezes de comandante ao longo do ano, o alvinegro manteve sua base. Esse é, sem dúvida, um dos pontos a se destacar em uma retrospectiva corintiana do ano.

O trabalho de Tite, no entanto, não começou às mil maravilhas. O primeiro semestre foi abaixo do esperado para a equipe corintiana, que conquistou apenas o terceiro lugar no Paulistão, e o Brasileiro se iniciou com a pressão pela vaga na Libertadores. O resultado foi a eliminação precoce contra o Guaraní-PAR nas oitavas de final da competição, e a consequente falta de estabilidade corintiana que se estendeu para as arquibancadas e, principalmente para o técnico Tite.

Mesmo com os reveses, a diretoria manteve o treinador para as disputas que estavam por vir. Os primeiros resultados no nacional foram satisfatórios, embora já na quarta rodada o Corinthians tenha sucumbido em mais um clássico no ano, e dessa vez jogando em casa.

No entanto, com a sequência do campeonato, os bons números foram acontecendo juntamente com o entrosamento, o que garantiu ao time a liderança na reta final do primeiro turno e fortaleceu o comando do treinador. Nem mesmo as duas derrotas no mata-mata contra o Santos pela Copa do Brasil diminuíram a confiança do torcedor em relação ao trabalho de Tite.

Com o fim do Brasileiro, Tite já soma 67 partidas com o Corinthians no ano. Foram 41 vitórias, em um total de 61% de aproveitamento e mais um título conquistado com a equipe que o comandante treinou pela terceira vez na carreira. 2015 foi para Tite o ano que representou a desconfiança que se transformou em redenção.

Crédito da Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



Jornalista formada em 2014, torcedora e apaixonada futebol, Fórmula 1 e esportes olímpicos. Sempre de olho nas últimas do mundo do esporte e louca por NBA.