Opinião: Como a volta à Primeira Liga será importante para o Cruzeiro

O Cruzeiro confirmou, na tarde de hoje, a sua volta à Primeira Liga, novo nome da recém-criada Sul-Minas-Rio e que mudou de nome recentemente. O clube informou sua participação após Mário Celso Petraglia, presidente do Atlético-PR, avisar sua saída da presidência da liga. Sendo assim, o presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares, voltaria para a liga e, consequentemente, à presidência da competição.

LEIA MAIS:
Cruzeiro retorna à “Liga Sul-Minas-Rio” após reunião

Mas o que me deixou curiosa em relação ao assunto é o motivo que fez com que o presidente Gilvan Tavares se desligasse da competição. O que deu a entender para a torcida foi uma ‘crise de ego’ do Dr. Gilvan ao saber que não seria mais o presidente da Primeira Liga, pois se os direitos de transmissão ainda estão sendo negociados, a desculpa de que seria a diferença de renda não convenceu. E, com certeza, nunca saberemos.

Tirando os “poréns” que ainda envolvem a nova competição, a disputa pelo título seria algo muito interessante para o Cruzeiro, pois com a mudança de treinador, o time precisa ser testado para as competições maiores, como Copa do Brasil e Brasileirão, pois o Campeonato Mineiro, querendo ou não, não é base para os campeonatos nacionais.

O técnico Deivid teve uma boa vitória no único jogo que comandou o Cruzeiro como interino e apresentou um time totalmente diferente dos últimos jogos na época, com jogadores avançando sempre e com muita velocidade. Com as poucas contratações até então apresentadas para o ano que vem, a Raposa tem tudo para manter as características de jogo do treinador e conseguir bons frutos para o ano de 2016.

Crédito da foto: Reprodução/Site oficial do Cruzeiro



Jornalista e imparcialmente cruzeirense.