Premiação do Mundial tem show de luzes, homenagem e coroação de Suárez

Foto: site oficial da Fifa

Fora da estreia do Barcelona no Mundial de Clubes, Messi abriu caminho para vitória por 3 a 0 sobre o River Plate na decisão deste domingo (20) em Yokohama. Os argentinos reclamaram de possível toque de mão do camisa 10 do Barça.

LEIA MAIS:
Handebol? Veja o gol polêmico de Messi na final do Mundial
Mundial: Galvão comete gafe com Mascherano e internautas não o perdoam; veja
Ele atravessou o mundo sozinho para torcer pelo River no Japão. E ainda é cego

A cerimônia começou com todas as luzes apagadas e um festival de flashes vindo das arquibancadas. Logo depois, as linhas do campo foram marcadas com um laser verde. A taça entrou em campo nas mãos de Homare Sawa, eleita melhor jogadora do mundo em 2011 após interromper uma sequência da brasileira Marta. A japonesa pendurou as chuteiras nesta temporada, aos 37 anos.

Em seguida foram distribuídos os prêmios Fair Play, Bola de Ouro, Melhor Jogador da Final, e as medalhas às equipes. Artilheiro do torneio com cinco gols em dois jogos, Luis Suárez apareceu como o protagonista do Barça na campanha.

Além da Tríplice Coroa (Campeonato Espanhol, Copa do Rei e Supercopa), o Barcelona conquistou em 2015 a Supercopa europeia e a Liga dos Campeões, além do Mundial.

BARCELONA RECEBE TAÇA DE CAMPEÃO; ASSISTA AO VÍDEO:

Confira a lista:

Bola de Ouro – Luis Suárez (ouro), Lionel Messi (prata) e Andrés Iniesta (bronze)
Classificação – Barcelona (campeão), River Plate (vice), Sanfrecce Hiroshima-JAP (terceiro lugar)

(Foto: site oficial da Fifa)