Mundial de Clubes: Suárez iguala feito de Pelé e pode superar recorde de brasileiro

Getty Images

O atacante do Barcelona, Luís Suárez, pode entrar para história do Mundial de Clubes da Fifa como maior artilheiro em uma única edição do torneio. O título pertence ao brasileiro Denílson, que em 2009 balançou as redes adversárias quatro vezes em três jogos defendendo o Pohang Steelers, da Coréia do Sul.

LEIA MAIS:
Opinião: formato ideal do Mundial de Clubes é o de 2000

O uruguaio terá um jogo a menos para tentar igualar e superar o feito do brasileiro. Na estreia da equipe espanhola nas semifinais do torneio, o centroavante marcou os três gols do Barça contra o clube chinês Guangzhou e igualou um feito alcançado somente por Pelé em 1962 ao marcar um hat-trick no Mundial de Clubes.

Agora na final do Mundial de Clubes, o Barcelona de Luisito Suárez enfrentará o River Plate da Argentina. Caso o uruguaio marque um gol igualará o feito do brasileiro como maior artilheiro em uma única edição do torneio.

Desde que o atual formato foi instituto pela FIFA em 2005, nenhum uruguaio havia marcado no torneio. Suárez também pode terminar à competição com a melhor média de gols da história no atual formato se marcar pelo menos um gol na decisão, com uma média de 2,0 gols ou mais por partida.

Crédito da foto: Getty Images