Veja por onde andam atualmente os campeões do mundo pelo Inter em 2006

Inter
Reprodução/Site Inter

Há exatos 9 anos, o Inter batia o poderoso Barcelona na final do Mundial de Clubes da FIFA e cravava a sua bandeira vermelha no topo do mundo. Com um gol do questionado Adriano Gabiru, o time gaúcho derrubou a constelação formada por Ronaldinho Gaúcho e cia e fez a alegria de milhões de colorados incrédulos com a vitória espetacular.

MAIS:

Quiz: Teste os seus conhecimentos sobre a vitória do Inter contra o Barcelona em 2006

Quase uma década depois, o que fazem os 14 guerreiros colorados que estiveram em campo naquela calorosa manhã de domingo no Brasil e fria noite em Yokohama? O Torcedores.com traz um apanhado abaixo relembrando o presente de cada jogador campeão do mundo pelo Inter em 2006. Confira:

Clemer – Três anos depois da conquista, Clemer decidiu parar de jogar profissionalmente. Em 2010, era preparador de goleiros do Inter no bicampeonato da América. Depois, virou treinador das categorias de base do clube. Atualmente, é técnico do Glória, de Vacaria, que vai disputar a Série A do Gauchão em 2016.

Ceará – O homem que anulou Ronaldinho na final do Mundial de 2006 segue na ativa. Foi bicampeão brasileiro pelo Cruzeiro em 2013 e 2014, e recentemente deixou o clube mineiro para jogar no Coritiba em 2016.

Índio – Seguiu no Inter até encerrar a carreira no final de 2014. Em entrevista recente à ESPN, destacou que estava com um projeto de lançar um livro.

Fabiano Eller – Depois de rodar por alguns clubes de menor expressão nos últimos anos, Fabiano Eller reencontrou o bom futebol no Náutico, onde foi titular durante quase toda a boa campanha do clube do Recife na Série B.

Rubens Cardoso – Substituto de Hidalgo contra o Barcelona, o lateral encerrou a carreira profissional em 2012, no Jabaquara, do interior paulista. Com 39 anos, Rubens foi técnico do Amparo na disputa da quarta divisão do futebol de São Paulo durante 2015.

Edinho – Depois de ter uma pequena passagem pelo Lecce, da Itália, Edinho jogou no Palmeiras e no Fluminense antes de se transferir para o Grêmio, em 2014. Segue como peça ativa no elenco do maior rival do Inter.

Wellington Monteiro – Outro que já pendurou as chuteiras. Atualmente, Wellington Monteiro mantém um projeto social no Rio de Janeiro com meninos carentes que sonham em ser jogador de futebol. Nas últimas semanas, cogitou-se a possibilidade dele ser o treinador do Pelotas, do interior gaúcho, em 2016.

Alex – É o único dos 14 jogadores colorados que entraram em campo contra o Barcelona que segue jogando no Inter. O meia voltou ao clube em 2013 e desde então tem sido um dos líderes do elenco.

Fernandão – No dia 7 de junho de 2014, Fernandão se acidentou de helicóptero e veio a falecer no interior de Goiânia, gerando uma onda incrível de tristeza entre os fãs colorados e admiradores do grande líder do time de 2006.

Iarley – Atualmente, o ex-jogador Iarley é comentarista dos canais ESPN e acompanhou toda a caminhada do Inter na Libertadores de 2015. Ele também mantém uma fábrica de panelas no interior do Ceará.

Pato – O então menino Pato virou um homem e agora é um dos grandes nomes do mercado da bola para 2016. Depois de uma ótima temporada pelo São Paulo, ele ainda tem futuro indefinido e poderá voltar para a Europa.

Vargas – Aos 35 anos, o volante Vargas ainda está em atividade e atua no Millionarios da Colômbia. Recentemente, o jogador campeão do mundo pelo Inter visitou a delegação colorada enquanto o time estava em Bogotá, para enfrentar o Santa Fe pela Libertadores.

Adriano Gabiru – Autor do gol mais importante da história do Internacional, Adriano Gabiru disputou a segunda divisão do Gauchão em 2015 vestindo as cores do Panambi.

Luiz Adriano – Depois de brilhar por várias temporadas no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, Luiz Adriano hoje defende o poderoso Milan, da Itália.

Site Internacional.



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.