Veja porque o Corinthians deve se preocupar com os seus adversários na Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

O Corinthians conheceu na última terça-feira os seus adversários na fase de grupos da Copa Libertadores 2016. Cabeça de chave do grupo 8, o time alvinegro terá pela frente o Cobresal-CHI, o Cerro Porteño-PAR e o vencedor do duelo da fase preliminar, entre Oriente Petrolero-BOL e Independiente Santa Fe-COL.

LEIA MAIS:
Veja como ficou o grupo do Corinthians na Libertadores

Os adversários não são potências do futebol sul-americano, mas pelo seu histórico recente na competição é bom os corintianos tomarem muito cuidado. Quem não se lembra dos modestos Tolima-COL e Guaraní-PAR, que acabaram sendo os seus algozes, respectivamente, na primeira fase de 2011 e nas oitavas de final de 2015? Cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém.

O Cerro Porteño, atual campeão paraguaio, é velho conhecido dos brasileiros. O Timão o enfrentou em duas edições – sempre na fase de grupos. Em 99, o alvinegro levou a melhor no Pacaembu – com uma incrível goleada por 8 a 2 – a maior de sua história na Libertadores, porém, perdeu no Defensores del Chaco por 3 a 0.

11 anos depois, as equipes se reencontraram e o Timão levou a melhor nos dois confrontos: 1 a 0 no Defensores del Chaco e 2 a 1 no Pacaembu. O Ciclón jamais venceu a competição. Os seus melhores resultados foram as semifinais em 1973, 1978, 1993, 1998, 1999 e 2011.

O Corinthians enfrentará pela primeira vez o Cobresal, que disputou apenas a edição de 1986. O time da cidade chilena de El Salvador foi eliminado ainda na fase de grupos de forma invicta (uma vitória e cinco empates). A princípio, o atual campeão do Apertura não deve impor muitas dificuldades. A logística de viagem deve ser muito complicada. O estádio El Cobre, que tem a capacidade para 20 mil espectadores, fica localizado no deserto do Atacama e a 2.300 metros acima do nível do mar.

O último integrante ainda está indefinido. O Independiente Santa Fe, atual campeão da Copa Sul-Americana, é o favorito para eliminar o Oriente Petrolero-BOL na fase preliminar. De qualquer forma, quem passar fará um confronto inédito contra o Timão.

O time de Bogotá vem em plena ascensão no futebol sul-americano. Na atual temporada faturou o seu primeiro título no continente: a Copa Sul-Americana, derrotando na grande decisão o Huracán-ARG. De 2012 para cá, conseguiu dois títulos colombianos, quebrado um hiato de 37 anos sem a taça. O destaque do time comandado por Gerardo Pelusso é o sistema defensivo.

O Oriente Petrolero, de Santa Cruz de la Sierra, participará da Libertadores pela 20ª vez, porém, o seu resultado mais expressivo foi as quartas de final da edição de 1988. No último Campeonato Colombiano foi o quinto colocado.

Confira os jogos do Corinthians na fase de grupos:

1ª rodada: Cobresal (fora)

2ª rodada: Independiente Santa Fe ou Oriente Petrolero (casa)

3ª rodada: Cerro Porteño (fora)

4ª rodada: Cerro Porteño (casa)

5ª rodada: Independiente Santa Fe ou Oriente Petrolero (fora)

6ª rodada: Cobresal (casa)

*Datas, horários e locais ainda não foram definidos pela Conmebol

Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)