Filho de Rivaldo vai disputar o Paulistão com equipe do interior

Após muitas trativas envolvendo o filho ex-meia da Seleção Brasileira Rivado, o Rivaldinho, acertou seu vínculo com o XV de Piracicaba. O atleta vai defender o Nhô Quim na Série A1 do Campeonato Paulista deste ano. O jogador deve ser apresentar na próxima semana e começar os trabalhos de preparações com o restante do elenco.

LEIA MAIS:
Botafogo-SP apresenta volante ex-Corinthians para o Paulistão
Wendell Lira recusa propostas da Europa para ficar no Vila Nova
FPF altera horário e Água Santa x Ferroviária abrirão o Paulistão 2016

De acordo com o site de notícias Globoesporte.com, o contrato com o clube foi discutido entre o pentacampeão Rivaldo e o diretor de futebol Renato Bonfiglio. O contrato vai até o final da competição. A apresentação oficial de Rivaldinho deve ocorrer após a assinatura do vínculo com a equipe do interior paulista.

“Falei com Rivaldo ontem à noite (quinta-feira, acertamos os valores e tempo de contrato. Ele fica até o final do Paulistão e deve chegar ao XV amanhã (sábado) para assistir o amistoso (contra o Tianjin Quanjian, da China) ou no mais tardar na segunda-feira. O pré-contrato foi enviado e deve retornar ainda nesta sexta para a gente inscrever o jogador”, disse um dos cartolas.

Após a frustração em Portugal, Rivaldinho retorna ao futebol brasileiro. Com 21 anos, o atleta atuou pelo Mogi Mirim, ao lado de seu pai, clube em que teve sua melhor fase. No segundo semestre de 2015, ele defendeu o Boavista, mas teve poucas oportunidades: ao todo, foram apenas 52 minutos em campo.

Rivaldinho reencontrará um dos responsáveis por suas primeiras oportunidades no profissional: o técnico Claudinho Batista, que aliás foi quem sugeriu a contratação do atleta. Na nova equipe, ele disputará a camisa “9” com Rodrigo Silva, que estava no ABC, e é tido como o responsável por marcar gols no Paulistão.

Foto: Cleber Akamine



Ribeirão-pretano com orgulho e apaixonado por todas as modalidades esportivas. Jornalismo esportivo é uma das paixões que carrego em meu peito. Sonhar é o que mantém o Homem vivo. "O Homem não morre quando deixa de existir, e sim quando deixa de sonhar".