Disputado por clubes da A2 e A3, meio-campista chega ao Crac em busca do título

Com contrato até maio, o meio-campista Benê, negociado com o Crac, se prepara com a equipe para a disputa da 1ª Divisão do Campeonato Goiano. O atleta conta com passagens por clubes como Botafogo-SP, Comercial-SP, Francana-SP, Uberaba-MG e Olé Brasil-SP, e chega credenciado pelo título e acesso da Segunda Divisão Mineira.

LEIA MAIS:
BASE: Revelação do Comercial-SP não esconde ansiedade por retorno aos gramados
Filho de Rivaldo vai disputar o Paulistão com equipe do interior
Botafogo-SP promove I Torneio de Poker com torcedores e campeões da Série D

Em cada time que passou, Benê atingiu às expectativas depositadas pelas diretorias e comissões técnicas dos respectivos clubes. “Sempre busquei o melhor para o clube e para mim”. Na nova casa, o atleta espera, também, ter desempenhos positivos e contribuir para as conquistas dos objetivos da equipe.

“Estou treinando como nunca treinei antes. A cada atividade me doo cada vez mais. Com o elenco que foi montado pela comissão técnica, vamos sim brigar por títulos”, destacou o atleta que recebeu propostas de clubes das séries A2 e A3, mas preferiu ir para Goiás.

Benê ainda mandou recado para a torcida do Crac. “Os torcedores podem esperar um atleta determinado, focado e com intuito de sempre buscar o melhor. Se cheguei até aqui, foi por merecimento. A partir do momento que cheguei em Catalão, a torcida me apoiou e vem me apoiando. Podem ter certeza que para mim não haverá bola perdida”, encerra.

O Crac está no Grupo A com Anápolis, Goiás, Itumbiara e Trindade. Com o mesmo formato de disputa semelhante ao Campeonato Paulista, os clubes enfrentam os demais do Grupo B. A estreia será contra o Atlético-GO, no sábado (30), às 17h, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Foto: Jurandir Silva



Ribeirão-pretano com orgulho e apaixonado por todas as modalidades esportivas. Jornalismo esportivo é uma das paixões que carrego em meu peito. Sonhar é o que mantém o Homem vivo. "O Homem não morre quando deixa de existir, e sim quando deixa de sonhar".