Atlético-MG começa 2016 dando show em time alemão; veja quem se destacou

O Atlético Mineiro estreou com o pé direito no ano de 2016, na estreia de Diego Aguirre, o Galo bateu o time do Schalke 04 pelo placar de 3×0.

Leia Mais:

Jornalista argentino confirma acerto com Boca e anuncio de Calleri no Galo deve sair amanhã

Analisando este primeiro confronto do Atlético no ano, o Torcedores.com se reuniu e deu nota para cada jogador alvinegro, saiba agora quem se destacou e quem foi mal na partida:

Titulares:

Victor – 8,0 – Muito bem posicionado, defendeu um pênalti batido por Geis e ainda não tomou nenhum gol em 2016

Marcos Rocha – 6,5 – Não foi bem, nem mal. Se defendeu bem, sem deixar espaço para Meyer atacar, mas faltou no auxilio ao ataque, dando poucas chegadas ao ataque

Leonardo Silva – 8,5 – Autor do primeiro gol do Atlético Mineiro em 2016, o zagueiro Léo Silva foi o melhor defensor a partida, não dando espaço para Huntelaar tentar fazer o pivô.

Jemerson – 6,0 – Sem aparecer em campo, o jogador foi substituído por Edcarlos e não correspondeu as expectativas de fazer uma boa dupla com Léo Silva. Precisa melhorar.

Douglas Santos – 6,0 – O mesmo erro de Marcos Rocha, pouco criou pelo lado esquerdo e deu alguns espaços para Choupo Moting criar, mas fora disso foi regular

Rafael Carioca – 6,5 – Chegando bem a frente, o volante Rafael Carioca fez uma partida regular no ataque, mas se destacou mais pela defesa, não dando espaço para as chegadas do Schalke

Leandro Donizete – 6,0 – Diferentemente de Rafael Carioca, Leandro Donizete pouco foi ao ataque, ficando como um poste na entrada da área do time, marcou fechado

Giovanni Augusto – 7,0 – Cobrador de faltas e com grandes jogadas ofensivas, Giovanni foi o principal meio-campista do Galo neste jogo e novamente mereceu o prêmio de um dos melhores jogadores do time no Brasileirão

Thiago Ribeiro – 6,0 – Sumido demais em campo, Thiago Ribeiro não agregou nada para a equipe mineira, e é melhor ficar de olho no jogador, pois Hyuri e Cazares estão ai

Luan – 6,5 – Com muita agilidade e a disposição de velocidade para marcar de sempre, Luan fez uma partida boa pelo Galo, faltou apenas chegadas mais profunda ao ataque.

Lucas Pratto – 7,5 – Depois de Leonardo Silva e Victor, o principal jogador do Atlético foi o atacante argentino Lucas Pratto, que atrapalhou muito a marcação da equipe alemã.

Substitutos

Patric – 7,0 – Com uma função diferente neste jogo, mais ofensivo, Patric fez belo trabalho e foi quem marcou o segundo gol do Atlético nos Estados Unidos.

Erazo – 6,0 – Não teve muito tempo de hoje e também não foi muito exigido, então uma nota regular para uma atuação regular

Edcarlos – 5,5 – Errando muito quando entrou em campo, Edcarlos foi o pior em campo pelo lado do Atlétcio Mineiro, deu chance para Di Santo marcar, mas o jogador perdeu.

Mansur – 6,0 – Outra nota mediana, Mansur deve ganhar poucas chances neste ano, não porque é ruim, mas porque tem limitações e o elenco é grande.

Eduardo – 6,5 – Eduardo substituiu muito bem o volante Rafael Carioca, atendendo aos pedidos de Aguirre, fez marcação dura em Sané.

Dátolo – 6,5 – Participativo e jogando para frente, Dátolo criou muitas oportunidades e foi quem ajudou Patric a ampliar o marcador.

Lucas Candido – 7,5 – Com um golaço daquele Lucas não merecia nota menor, ficou poucos minutos em campo, mas ajudou o Galo na vitória.

Cazares – 6,0 – Entrando com 20 minutos pro fim, Cazares não conseguiu desenrolar o bom futebol do Banfield, foi apenas regular.

Carlos – 5,5 – Desaparecido desde o momento que entrou em campo, Carlos não repetiu as boas atuações de Lucas Pratto no primeiro tempo.

Hyuri – 6,5 – Diferente dos dois acima, jogou com muita ousadia, tentando logo no primeiro lance um gol de letra, mas também jogou por pouco tempo.

Foto: Divulgação/Atlético Mineiro



Nascido em Sorocaba, acompanha futebol desde os 8 anos e é apaixonado pelo europeu. Tem simpatia pelo Argentino e também gosta muito do Brasileiro. Basquete é outra opção boa.