Bauza admite desejo de ter Calleri e pede mais três reforços para o São Paulo

Divulgação/CABJ

O técnico Edgardo Bauza deixou claro em sua entrevista coletiva nesta sexta-feira (15), que o time ainda precisa de reforços. Um dos nomes especulados no Tricolor é do atacante Jonathan Calleri. O jogador, de 22 anos, deixou o Boca Juniors e vive um impasse sobre seu futuro.

Leia Mais: Bauza quer “melhorar” cabeça de Ganso para fazer meia voltar à seleção

“É um jogador jovem, com grande proteção, adquirido por um grupo de empresários e que dentro de seis meses vai jogar em uma equipe italiana. Existe a possibilidade de contratá-lo por seis meses”, admitiu Bauza.

Calleri teve seus direitos adquiridos por um grupo de investidores que vai registrá-lo no Deportivo Maldonado, do Uruguai. A ideia inicial deles era que o jogador ficasse seis meses no Bologna-ITA, antes de fechar em definitivo com a Inter de Milão-ITA, mas há uma disputa grande para contar com o atleta. O Grêmio, o Internacional e o Atlético-MG disputam Calleri. O diretor-executivo do Grêmio, Rui Costa, falou até que o clube mineiro é o mais próximo de contar com o jogador. Mas a entrada de Bauza pode mudar o rumo das coisas. O salário no São Paulo pode não ser o mesmo oferecido pelo Galo, mas Bauza tem seus argumentos na tentativa de convencer o jogador.

Além de Calleri, Bauza ainda pede mais três reforços para a diretoria. Um para cada setor da equipe.

“Estamos buscando um jogador por linha. Outro zagueiro central. Um volante e um atacante. Estamos em conversações, por isso não podemos falar sobre nomes. Tudo é difícil, mas quero mais três jogadores. Como disse a todos no primeiro dia, quero criar uma competição interna para ver quem está melhor para jogar. Não importa nome e nem idade. O melhor vai jogar”, finalizou o comandante tricolor.



Jornalista que gosta de boas histórias e grandes personagens, não importa se dentro ou fora de campo