Bauza quer que São Paulo “seja um rival complicado para os adversários”

Divulgação/CONMEBOL

Bicampeão da Taça Libertadores, o técnico Eduardo Bauza chegou ao São Paulo para fazer a equipe retomar o caminho dos títulos, perdido nos últimos anos. E para que isso possa acontecer o mais rápido possível, o treinador já definiu o que precisa mudar: é necessário que o time se defenda melhor do que no ano passado.

Leia Mais: Bauza admite desejo de ter Calleri e pede mais três reforços para o São Paulo
Bauza quer “melhorar” cabeça de Ganso para fazer meia voltar à seleção

“Uma equipe que não sabe defender não pode ser campeã. Isso não quer dizer que os 11 devem estar dentro da área. A ideia é tratar que a equipe não perca todo o poder ofensivo, mas não tome tantos gols como tomou no ano passado. No Brasileiro, foram 47 gols sofridos. Defender não depende do arqueiro ou dos zagueiros, depende dos 11. Quero uma equipe que possa competir”, analisou o técnico, campeão da Libertadores com a LDU-QUE em 2008, e com o San Lorenzo-ARG em 2014.

Nas duas conquistas que teve na competição continental, os times do “Patón”, notabilizaram-se por serem compactos, com as linhas defensivas próximas e sem que os jogadores ficassem expostos.

“O que estamos trabalhando na equipe é um funcionamento coletivo, que a equipe tenha mais equilíbrio. No campeonato que terminou, em minha opinião, foram muitos gols tomados. Temos que baixar isso e muito. Estou buscando um time mais compactado, o equilíbrio entre defesa e ataque, que seja um rival complicado para os adversários”, pediu o técnico.

Além de já ter deixado claro que quer pelo menos mais três reforços, um para cada setor do campo (um zagueiro, um volante e um atacante), Bauza já indicou que vai usar os jogadores das categorias de base do São Paulo. A equipe segue viva na Copa São Paulo, depois de bater o Figueirense por 1 a 0 na noite da última quinta-feira (14).

“Em todas as equipes que trabalhei, trabalhei com juvenis e também vamos fazer isso aqui. Já assisti a três partidas da sub-20, vou continuar assistindo e, quando pudermos, vamos trazer jogadores para trabalhar com o restante da equipe. Vamos subir de quatro a cinco jogadores para ver quais poderão ser incorporados. Preciso aumentar a quantidade de jogadores no elenco”, finalizou o técnico.

O São Paulo já acertou as contratações do lateral esquerdo Mena, do zagueiro Diego Lugano e do atacante Kieza. Bauza também sonha em poder contar com o atacante Jonathan Calleri, ex-Boca Juniors, mas o Tricolor tem a forte concorrência do Atlético-MG e de equipes europeias pelo jogador.



Jornalista que gosta de boas histórias e grandes personagens, não importa se dentro ou fora de campo