Ciclista da Seleção Brasileira é o novo reforço de Ribeirão Preto para 2016

A Equipe de Ciclismo de Ribeirão Preto (São Francisco Saúde / SME) anunciou o nome de Antonio “Pippo” Garnero como novo reforço para 2016. O atleta de 32 anos estava no time de Taubaté, campeão do ranking nacional de estradas na temporada passada. Ele já está com a Seleção Brasileira para a disputa o Tour de San Luís, na Argentina, um dos principais campeonatos latino-americanos da modalidade. A primeira prova será realizada nesta segunda-feira 18, e a competição vai até o dia 24.

LEIA MAIS:
Ciclista Tiago Nardin sonha com vaga nas Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016
Em competição, bicicleta de ciclista quebra e rival se recusa a ultrapassá-lo; assista
Ciclista que briga por vaga no Rio 2016 é atropelada por ônibus: “Vítima da ignorância”

Para “Pippo”, a decisão de atuar pelo time ribeirão-pretano tem a ver com a maneira séria com que a equipe promove o esporte “com seriedade e credibilidade, de forma ética e transparente”, afirma.

“Estou muito feliz por disputar a temporada de 2016 pela equipe de Ribeirão Preto. Acompanho o trabalho que vem sendo feito ao longo dos anos e fico animado para correr ao lado de grandes atletas como Rodrigo Nascimento e Thiago Nardin. A expectativa é sempre andar bem e mostrar dedicação, trabalho e resultados para ajudar o time, com vistas à convocação para a prova de estrada dos Jogos Olímpicos de 2016”, disse o ciclista campeão brasileiro em 2014 e que disputou o evento teste do ciclismo para as Olimpíadas no ano passado.

Segundo o técnico Marcelo Donnabella, o novo atleta é um reforço importante para o time. “O ‘Pippo’ é um nome muito forte, foi campeão nacional por equipes ano passado e tem uma experiência vasta com a Seleção Brasileira. Vai nos ajudar bastante ao longo da temporada, para conquistarmos mais títulos e, quem sabe, ter um atleta nos Jogos Olímpicos”, afirmou.

 

Tour de San Luis 2016

O Tour de San Luis 2016 vai percorrer 921,7 quilômetros ao decorrer de 7 etapas e terá duas chegadas ao alto. Na quarta etapa, por exemplo, quando os ciclistas charem à El Amago, estarão a 1710 metros acima do mar e na sexta (etapa rainha), quando estiverem em Filo de los Comechingones, a altitude é de 2140 metros.

 

As etapas

18 de janeiro – Etapa 1 – El Durazno: contrarrelógio de 21 km

19 de janeiro – Etapa 2 – San Luis a Villa Mercedes: 181,9 km

20 de janeiro – Etapa 3 – Potrero de los Funes a La Punta: 131 km

21 de janeiro – Etapa 4 – San Luis a El Amago: 140 km

22 de janeiro – Etapa 5 – Renca a Juana Koslay: 168,7 km

23 de janeiro – Etapa 6 (Rainha) – La Toma a Filo de los Comechingones: 159 km

24 de janeiro – Etapa 7 – San Luis – San Luis: 119,6 km

Foto: Divulgação | Fonte: Martinez Assessoria



Ribeirão-pretano com orgulho e apaixonado por todas as modalidades esportivas. Jornalismo esportivo é uma das paixões que carrego em meu peito. Sonhar é o que mantém o Homem vivo. "O Homem não morre quando deixa de existir, e sim quando deixa de sonhar".