Com proibição da Fifa, Real Madrid e Atlético não podem contratar por um ano

Os dois grandes clubes da capital espanhola, Real Madrid e Atlético de Madrid, ficaram sem poderem realizar qualquer tipo de contratação por um período de um ano. Pela violação do regulamento sobre a transferência de menores de 18 anos, por uma punição da Fifa assim como aconteceu com o Barcelona.

Essa proibição será aplicada durante as duas próximas janelas de transferências da Europa, verão (inverno no Brasil) de 2016 e inverno de 2016/2017 (verão no Brasil). Os clubes também terão de pagar uma multa com valores distintos para cada clube: o Atlético terá que pagar 900.000 francos suíços (3,9 milhões de reais) enquanto o Real Madrid terá de pagar 360.000 francos suíços (1,4 milhões de reais).

LEIA:

Bola de Ouro, poderia não ter sido entregue por Kaká, segundo jornal

Primeiro reforço do Real Madrid na era Zidane, seria Paul Pogba, afirma jornal

“Foi constatado que os dois clubes violaram vários dispositivos relacionados às contratações e ao primeiro registro de jogadores menores de idade estrangeiros, assim como outros que dizem respeito à inscrição e participação de jogadores em determinadas competições” afirma a Fifa em comunicado.

“Os dois clubes serão proibidos de contratar e liberar qualquer jogador nacional ou estrangeiro durante os próximos dois períodos de contratação integrais. Esta proibição, que não afeta de modo algum o atual mercado, já que este foi aberto antes da notificação da presente decisão, será aplicado a ambos os clubes em seu conjunto — com exceção dos times femininos, e as equipes de futebol de salão e futebol de praia —, e não inclui a venda de jogadores”, completa o comunicado.

Os clubes receberam um prazo de 90 dias para regularizar a situação de todos os menores afetados, segundo decisão da Fifa.

Ambos os clubes anunciaram que vão recorrer da punição imposta pela Fifa de não poderem contratar nenhum jogador por duas janelas de transferência.

“O Real Madrid vai recorrer da punição imposta pela Fifa em todos os órgão desportivos, considerando que é absolutamente inaceitável”. Manifestou-se o clube merengue em seu site oficial.

“É uma pena ruim e vamos recorrer da punição. Eu acho que é uma grande injustiça e acho que a falta de assinar é um problema, porque as estações do ano são muito longas e sempre precisamos de jogadores” disse Enrique Cerezo, presidente do Atlético de Madrid.

 

Créditos da Imagem: Facebook / Real Madrid



Cursando Publicidade e Propaganda. Escritor por adorar futebol e futebol americano e esportes em geral. Torcedor do Real Madrid, da seleção Italiana e do Seattle Seahawks