De zebra a campeão: O 2015 de Conor McGregor

Reprodução/Facebook

Com a conquista do cinturão peso pena do UFC contra José Aldo e 3 performances da noite, Conor McGregor pode afirmar que 2015 foi o principal ano de sua carreira, com sobras.

O irlandês entrou no octógono três vezes em 2015, conseguiu três vitórias arrasadoras e viveu um ano dos sonhos. O ponto alto aconteceu no último dia 12, quando nocauteou o brasileiro José Aldo, seu maior rival e com quem trocou diversas provocações durante todo o ano, em apenas 13 segundos e conquistou o cinturão peso pena do UFC e ganhou o prêmio de Performance da Noite. McGregor era dado como zebra, mas mostrou toda sua competência ao conseguir mais rápido em uma disputa de cinturão no UFC.

Antes de enfrentar José Aldo, o irlandês nocauteou Chad Mendes no UFC 189, em julho, onde o próprio brasileiro era esperado para a luta, mas acabou se machucando semanas antes. McGregor também ganhou o prêmio de Performance da Noite contra Mendes, assim como fez em janeiro, quando venceu o alemão Dennis Siver por nocaute técnico em sua primeira luta do ano.

O ano de McGregor foi incrível, tanto que aos 27 anos já é o lutador que mais conseguiu nocautes na categoria dos penas e o terceiro colocado no ranking peso-por-peso do UFC, isso o faz pensar alto em 2016. Seu treinador, John Kavanagh, disse que a próxima luta do “Notorious” deve ser contra Rafael dos Anjos, valendo o cinturão dos leves.

Foto: Reprodução/Facebook



Apaixonado por futebol, futebol americano, tênis, F1, mma e boxe.