Dirigente do Inter fala sobre negociações, reforços e Florida Cup

Alexandre Lops / Internacional

O vice-presidente de futebol do Inter, Carlos Pellegrini, foi entrevistado no programa “Os Donos da Bola”, do Rio Grande do Sul. Direto de Orlando, nos Estados Unidos, o dirigente esteva ao lado do repórter João Batista Filho, que mediou a entrevista e fez a conexão com Porto Alegre.

LEIA MAIS:
Inter empata, Anderson joga e negócio da China continua

Veja os principais tópicos da entrevista aqui:

CONTRATAÇÕES: “Não existe este número específico. Vai depender do andamento do trabalho, da necessidade que a gente for vendo nos treinamentos. Mas é evidente que um atacante, um legítimo centroavante, nós vamos precisar. E vamos atrás deste jogador.”

UM NOVO INTER: “O que me agrada é a questão da velocidade. O time com o Bob na primeira função deixa a saída de bola mais qualificada e rápida. Toda equipe acaba jogando com mais rapidez, menos toque de bola, mais toques aprofundados.”

NÃO GANHAR FORA DE CASA: “Foi um dos pontos que foi colocado no começo do trabalho. Vamos equilibrar esta questão. Não podemos ter uma diferença muito grande fora de Porto Alegre e relação as atuações no Beira-Rio.”

JUVENTUDE: “O nosso grupo ficou novo, jovem. A nossa média do grupo ficou em 24 anos de idade. O time titular tem média 25 anos.”

ANDERSON: “Até em função do posicionamento do time do Argel, vamos ter que repor este jogador. É difícil encontrar um jogador como ele. Eu sou meio cético, mas a China tá levando todo mundo, quem sabe? Vamos ver.”

Quem quiser conferir um pouco mais do programa, ou quiser ver na íntegra a entrevista, pode assistir pelo link: https://youtu.be/QUH-NiKBvKU

Crédito da foto: Alexandre Lops / Internacional



Lucas Bubols é estudante de Comunicação Social – Jornalismo,tem passagem pela Fatto Comunicação e pelo Grupo Bandeirantes de Comunicação, onde trabalhou na produção do programa Os Donos da Bola RS e em suas respectivas redes sociais. Atualmente compõe a equipe do G1 da RBSTV de Porto Alegre. Nasceu e vive na capital gaúcha, Porto Alegre, escrevia para o Conexão Grenal e para seu blog, que passa por reformulação.