Dudu se arrepende de agressão e diz viver melhor momento da carreira no Palmeiras

Crédito da Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

O atacante Dudu, do Palmeiras, disse, em entrevista ao UOL Esporte, que se arrepende de ter empurrado o árbitro Guilherme Ceretta de Lima na final do Paulistão. Além disso, ele comentou sua volta por cima e diz viver o melhor momento da carreira.

LEIA MAIS:
Descubra por que o palmeirense vai curtir a próxima tatuagem de Dudu

No início de 2015, Dudu chegou ao Palmeiras com status de grande contratação. Porém, ele viveu um pesadelo nas finais do Campeonato Paulista. O jovem, de 24 anos, perdeu um pênalti no primeiro confronto, disputado no Allianz Parque. Na partida de volta, na Vila Belmiro, ele foi expulso e viu o Palmeiras perder o título para o Santos.

Questionado sobre a agressão, Dudu disse que se arrependeu e mostrou amadurecimento. “Me arrependo por ter feito tudo aquilo. Foi difícil aquele período, de poder ficar suspenso. Foi muito ruim para mim. As coisas não podem ser assim. Tenho certeza que nunca mais vai acontecer. Nunca mais”, afirmou.

Após o ocorrido, o investimento de Dudu foi colocada em dúvida pela torcida. “Foi muito triste para mim e para todos. Muitos falaram que eu era jogador-problema, que não ia dar em nada”, comentou o jogador.

Ele ainda falou sobre a volta por cima com o título da Copa do Brasil, em que fez dois gols na decisão, também contra o Santos. “Graças a Deus no fim do ano pude dar a volta por cima e conquistar o título”.

Em grande fase e admirado pelos palmeirenses, Dudu disse que se acostumou a jogar mais centralizado no meio-campo – onde fez gols no final da temporada – e ainda citou estar vivendo o melhor momento da carreira. “Quero manter esse momento e fazer muito mais pelo Palmeiras”, completou.

Crédito da foto: Divulgação/ César Greco/Ag.Palmeiras



Paulistano, estudante de jornalismo, 19. Foi estagiário do Torcedores.com.