Ex-Grêmio relembra ordem de Felipão e disputa intensa com D’Alessandro

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Da tranquilidade do Oriente Médio, região em que habita desde o primeiro semestre do ano passado, o volante Fellipe Bastos relembra os seus tempos de Grêmio, clube em que defendeu entre 2014 e 2015 antes de se transferir ao Al Ain, dos Emirados Árabes Unidos. Em entrevista concedida à ESPN, o jogador revelou um pedido especial do técnico Luiz Felipe Scolari antes de um certo Gre-Nal.

LEIA MAIS:

Intermináveis! Veja quem são os atuais dinossauros do futebol brasileiro

Veja o que o Inter precisa fazer para ser campeão da Florida Cup

Colar em D’Alessandro e não deixar o gringo jogar. Essa era a ingrata tarefa estabelecida por Felipão ao seu volante antes do Gre-Nal na Arena, no segundo turno do Brasileirão de 2014. Deu certo. Fellipe teve boa participação e anulou o camisa 10 colorado, que pouco fez naquela tarde. Além disso, o Grêmio aplicou 4×1 no rival e ganhou força na briga por uma vaga na Libertadores, que, mais tarde, não seria conquistada.

“Lembro que foi bem complicado, a gente estava disputando a chance de brigar pela Libertadores e tínhamos que vencer de qualquer forma aquela partida. Nós (ele e D’Alessandro) nos pegamos muito durante o jogo e eu até cheguei a dar uma entrada mais forte. Nunca entro para machucar, mas tivemos uma discussão mais forte e teve aquela confusão. Mas morreu ali, não tenho problema com ele. Futebol cada um defende o seu”, relembra Fellipe Bastos.

Projetado para o cenário nacional no Vasco, o carioca agradou durante a sua passagem pelo Grêmio, prova disso é que teve o seu vínculo renovado no final de 2014. No entanto, uma forte proposta do Al Ain o fez repensar sua permanência no Brasil ainda no início de 2015.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio.

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.