Gerard de Rooy conquista bicampeonato do Dakar nos caminhões

h2<>Pela segunda vez, Gerard de Rooy é campeão do Rally Dakar. O piloto, responsável pela condução de um caminhão Iveco, fez valer a enorme vantagem construída ao longo das 12 primeiras especiais da 38ª edição da prova para, neste sábado (16), faturar o rali mais difícil do mundo. Mesmo sendo o sétimo melhor no estágio de 180 quilômetros cronometrados entre Villa Carlos Paz e Rosário, o holandês impediu seus rivais de tomarem o título.

LEIA MAIS:
Stephane Peterhansel conquista seu 12º título no Rally Dakar

De Rooy demonstrou que seria um dos mais fortes candidatos ao título desde o início da prova e em nenhum momento ficou fora da lista dos cinco primeiros na classificação geral, muito por conta de suas três vitórias em especiais. O holandês pulou da quarta para a segunda posição no sétimo estágio, tomando a primeira posição de forma definitiva uma etapa depois.

A última especial do Dakar foi vencida por outro holandês, Hans Stacey, que concluiu o percurso em 2h06min08s, ganhando uma etapa pela segunda vez nesta edição. Com 1min45s de atraso para o melhor do dia, Pieter Versluis ficou com a segunda posição, garantindo uma dobradinha para a MAN. Eduard Nikolaev, russo da Kamaz, foi o terceiro, seguido por Martin Kolomy, da Tatra, e Ayrat Mardeev, também da Kamaz.

O resultado final do Rally Dakar aponta Gerard de Rooy com 44h42min03s, tempo 1h10min27s mais baixo em relação ao segundo colocado, Ayrat Mardeev. Federico Villagra ficou com a terceira colocação geral, seguido por Hans Stacey. A lista dos cinco melhores da 38ª edição da prova fora de estrada mais conhecida do mundo ainda contou com o holandês Ton van Genugten, companheiro do campeão na Iveco.

Foto: Iveco



Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.