Intermináveis! Veja quem são os atuais dinossauros do futebol brasileiro

Os dias passam, os meses trocam e os anos mudam, mas eles seguem lá. Parece que para eles o tempo não passa. Mesmo com a idade mais avançada, os “dinossauros” do futebol brasileiro seguem na ativa e ainda dão um banho de saúde em muito jovem atleta que se deslumbra rapidamente com a fama. Nesse post, o Torcedores.com lista alguns dos mais velhos a seguirem atuando profissionalmente no Brasil.

Zé Roberto – Palmeiras – 41 anos – Esse esbanja saúde. Com um físico de menino, o lateral-esquerdo e meio campista Zé Roberto já está pronto para outra temporada defendendo o Palmeiras.

Nivaldo – Chapecoense – 41 anos – Tudo bem que para os goleiros é mais viável jogar por mais tempo, mas mesmo assim Nivaldo demonstra enorme força de vontade e profissionalismo na Chapecoense, onde seguirá atuando em 2016.

Marcelinho Paraíba – Oeste – 40 anos – Depois de um bom 2015 jogando primeiro no Inter de Lages e depois no Joinville, Marcelinho dará continuidade na carreira no Oeste, de Itápolis, de São Paulo.

Magno Alves – Fluminense – 40 anos – Na última quarta-feira, dia 13, o Magnata entrou para o time dos 40. Mas o fôlego segue em dia. Ele integra a delegação tricolor presente na Florida Cup.

Fábio Júnior – Villa Nova – 38 anos – Difícil parar, Fábio? Aos 38 anos, o ex-atacante de clubes como Cruzeiro e Atlético-MG segue em atividade no Villa Nova, de Minas. Ele também exerce um cargo diretivo na equipe.

Fabiano Eller – Náutico – 38 anos – Campeão mundial pelo Inter em 2006, Fabiano Eller não seguiu o mesmo caminho do parceiro de zaga Índio, que pendurou as chuteiras em 2014, e segue na luta. Atualmente, defende o Náutico.

Emerson Sheik – Flamengo – 37 anos – Polêmico, sincero e bom de bola, Sheik, aos 37, promete mais um ano de fortes emoções com a camisa do Flamengo.

Fernando Prass – Palmeiras – 37 anos – Herói do Palmeiras no título da Copa do Brasil de 2015, Prass quer repetir a dose na Libertadores de 2016. A idade? Pouco importa.

Wellington Monteiro – Guarani-VA – 37 anos – Lembram dele? Titular do Inter na conquista do Mundial sobre o Barcelona, o volante ainda não pendurou as chuteiras. Jogará pelo Guarani de Venâncio Aires a segunda divisão gaúcha em 2016.

Lúcio Flávio – ABC – 36 anos – Nem pensar em parar: depois de ajudar o Coritiba a se livrar do rebaixamento em 2015, Lúcio Flavio já se acertou com o ABC para 2016.

Juan – Flamengo – 36 anos – Após uma boa passagem pelo Inter, Juan voltou para casa em 2016. Aos 36, perto de fazer 37 (1° de fevereiro), o defensor jogará no Flamengo nessa temporada, clube que o revelou para o mundo da bola.

Leonardo Silva – Atlético-MG – 36 anos – Para Léo Silva, a idade pouco importa. Segue atuando como um garoto e fazendo belos gols de cabeça, como o da vitória do Galo por 3×0 sobre o Schalke, pela Florida Cup, na última quarta.

Renato – Santos – 36 anos – Mais um para o time dos “36”. Renato, que já foi Renatinho, mostrou que ainda aguenta a temporada brasileira em 2015, quando foi extremamente regular pelo Santos.

Danilo – Corinthians – 36 anos – Ex-meia de Goiás e São Paulo, Danilo vai para mais uma temporada no Corinthians como homem de confiança de Tite.

Lúcio – Veranópolis – 36 anos – “Lúcio, seu vagab***, é o pior lateral do mundo!”. Sim, ele mesmo. Disputará o Gauchão pelo Veranópolis.

Foto Principal: Arte/Divulgação clubes.

 

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.