Jogador de 15 anos é estuprado por colegas e time abandona temporada de basquete nos EUA

Reprodução

O basquete dos Estados Unidos foi surpreendido nas últimas semanas por uma história relatada nas páginas policiais e não nas esportivas dos jornais de Tennessee. Um jogador do time da Ooltewah High School foi estuprado pelos companheiros durante um trote com os novatos da equipe no final de 2015.

O elenco da Ooltewah High School estava na cidade de Gatlinburg, no estado do Tennessee, para a disputa do torneio Smokey Mountain Classic, na véspera do Natal, quando os jogadores mais antigos da equipe decidiram realizar um trote para receber os recém-chegados.

O problema é que a brincadeira fugiu do controle e um atleta de 15 anos foi estuprado por três colegas, um de 17 anos e outros dois de 16.

O caso aconteceu no dia 23 de dezembro em uma cabine no Laurel Mountain Road e, desde então, o colégio tem sido notícia quase diariamente nos principais veículos de comunicação dos Estados Unidos.

Como todos os envolvidos são menores de idade, seus nomes não foram revelados. Dos três acusados, um foi envolvido no inquérito por “apenas” incentivar e filmar o abuso e responderá em liberdade. Os outros dois seguem presos.

A vítima foi hospitalizada no Centro Médico da Universidade do Tennessee, mas liberada dias depois, e agora será transferida para outro colégio.

Na semana passada, o Ooltewah High School decidiu abandonar a temporada do basquete para que a investigação não seja atrapalhada.

Nos últimos dias, o colégio decidiu afastar o treinador Andre “Tank” Montgomery das atividades ligadas ao time de basquete e aos estudantes e transferiu o técnico para outra escola. Nenhum membro da comissão técnica presenciou ou permitiu a brincadeira que terminou em crime, mas a pressão da família da vítima para a sua demissão é grande.

Andre “Tank” Montgomery

Mais de 1,3 mil pessoas assinaram uma petição online pedindo a saída de Montgomery por ter falhado na proteção a uma criança. Ele treinou a equipe por duas temporadas.

Segundo o canal WRCB, os trotes acontecem com frequência entre os jogadores de Ooltewah e na ocasião os veteranos teriam batido e feito outras brincadeiras com os novatos como uma forma de provar que eles mereceriam fazer parte do elenco. A vítima não teria gostado das agressões e reagiu, resultando no estupro.

Crédito da foto: Reprodução



Editor senior do Torcedores.com, o jornalista formou-se na Universidade Metodista em 2009 e passou pelas redações do Diário do Grande ABC, Agora SP, UOL e Fox Sports, onde fez a cobertura da Copa do Mundo de 2014. Está no Torcedores desde outubro de 2014.