Mercado da bola: Grêmio descarta a chegada de Cerutti e busca um novo alvo

Foto: Divulgação

Não tem sido nada fácil a tarefa dos dirigentes do Grêmio em buscar um atacante para a temporada 2016. O argentino Ezequiel Cerutti, do Estudiantes, foi descartado devido aos altos valores da negociação. O Tricolor tentou o empréstimo do jogador, com opção de compra ao final do contrato, porém, o time argentino não quis abrir mão dos US$ 5 milhões (cerca de R$ 20 milhões) pelos direitos econômicos do atleta.

LEIA MAIS:
Marcelo Grohe comemora renovação com o Grêmio até 2020: “Sonho que estou realizando”
Coincidência para 2016? Nas duas Libertadores que venceu, Grêmio era treinado por ex-defensores

“O Grêmio não negocia com este jogador e não vai negociar. O mercado está difícil, ninguém tem feito grandes anúncios. Porque o mercado está conservador. Há uma dificuldade de resolver questões financeiras, uma supervalorização de alguns mercados, como o argentino. Qualquer jogador com protagonismo passa de 2 ou 3 milhões de euros”, desabafou o diretor executivo Rui Costa após entrevista coletiva de Marcelo Grohe.

O Tricolor ainda monitora jogadores brasileiros e do mercado sul-americano que se encaixem na política de austeridade financeira implementada pela gestão Romildo Bolzan Jr no fim de 2014.

Calleri, atacante do Boca Juniors, foi especulado pela imprensa argentina como alvo gremista. De acordo com Rui Costa, um fundo de investimentos procurou o presidente Bolzan para explicar detalhes da situação do atleta, que deve ser anunciado pelo Atlético-MG nos próximos dias.

“É um jogador que está negociado com o Inter de Milão. Tivemos contato com um fundo. E esse fundo tinha intenção de adquirir o atleta, o Calleri. E o que se cogitou, pela marca do clube e por fazer parte do nosso monitoramento, se surgiu uma discussão de que maneira poderia estar. Foi o que aconteceu. A partir daí, o fundo adquiriu e tem autonomia para escolher em qual clube colocar, contando com a anuência do atleta. Não há negociação com atleta e fundo. O que sabemos, por monitorar os rivais, estaria encaminhado com o Atlético-MG”, disse.

Para o setor ofensivo, o técnico Roger Machado conta com Luan, Pedro Rocha, Bobô, Fernandinho, Éverton e Braian Rodríguez, que pode deixar o clube nos próximos dias.

Foto: Divulgação



Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)