Opinião: Cássio seria a baixa menos sentida no Corinthians

Daniel Augusto Jr/Agencia Corinthians - Cássio - Ainda permanece no Corinthians e atualmente ocupa a reserva, onde perdeu a vaga para Walter

O Corinthians foi um dos clubes mais atingidos pela janela de transferências do futebol brasileiro. Em um espaço de poucos dias, o alvinegro perdeu quatro titulares da equipe que foi campeã brasileira no ano passado. Ameaçado de ir para o Besiktas, da Turquia, o goleiro Cássio acabou ficando. Justamente ele que seria a baixa menos sentida do Timão.

LEIA MAIS:
Mercado da bola: Corinthians e Besiktas não se acertam e Cássio permanece no Timão
Corinthians divulga lista de relacionados para a Flórida Cup sem Pato e com reforços
Enquete: Qual jogador fará mais falta ao Corinthians?

 

É claro que Cássio faria falta ao Corinthians. Ele é um excelente goleiro, de nível de seleção brasileira (não à toa, já figurou em algumas listas para vestir o uniforme da equipe nacional), e identificado com o alvinegro paulista. Entretanto, o técnico Tite tem um bom reserva para a posição: Walter, que chegou ao Parque São Jorge em 2013, vindo da União Barbarense, e que foi sondado para reforçar o Flamengo em 2016.

Walter foi bem quando lançado à equipe. Não decepcionou e teria a confiança do torcedor para a temporada 2016. É um reserva com muito potencial para fazer o corintiano se “esquecer” de Cássio.

Se no gol a missão de Tite seria menos sofrida, o mesmo não se pode dizer do meio para a frente da equipe. O Corinthians perdeu o volante Ralf, os meias Renato Augusto e Jadson para o futebol chinês. Já o atacante Vagner Love foi para o Monaco, do Campeonato Francês. O volante Elias e o zagueiro Gil também foram sondados por clubes da China, mas, até agora, não foram negociados.

Todos eles serão (e seriam, no caso de Elias e Gil) pedras mais duras no sapato de Tite. Cássio não daria dor de cabeça ao treinador.

Crédito da foto: Daniel Augusto Jr/Agencia Corinthians



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.