Opinião: Diretoria do Palmeiras agiu com maestria. De novo

O Palmeiras anunciou ontem a contratação do volante Jean, ex-Fluminense. Horas antes, Rafael Marques já havia postado em seu perfil nas redes sociais que renovou e que ficaria no clube definitivamente.

LEIA MAIS:
Veja os gols da vitória do Palmeiras contra o Sampaio Corrêa pela Copinha

Em poucas horas a diretoria conseguiu resolver dois assuntos de extrema importância. A situação de Marques, por exemplo, era a mais delicada e difícil de se desenrolar. Os chineses já sabiam que o atacante não queria retornar e acabaram dificultando e pedindo mais dinheiro. Aos poucos, dirigentes do Alviverde foram conversando, mandando proposta, parcelamento, etc. O jogador então resolveu abrir mão de uma premiação devida e o negócio foi fechado. Segundo informações, o Palmeiras vai pagar esse valor para o atleta. Colocando tudo na balança, foi um bom negócio. É um jogador importante principalmente em decisões.

Já o caso de Jean foi uma verdadeira tacada de mestre. O Fluminense tentou mais dinheiro e não conseguiu. Prevaleceu a vontade do jogador também que nunca disse que defenderia somente o Corinthians em São Paulo. Assim como foi com Dudu, parte da imprensa forçou a chegada do volante carioca para o time de Itaquera. Não deu. Ele é verde e deverá, aos poucos, ser titular. Volante de muita qualidade que sai, marca e até arma, além de um chute bastante potente.

Nos resta agradecer ao presidente Paulo Nobre e principalmente ao executivo de futebol Alexandre Mattos. Time redondo e tudo certo para a disputa. Quem sabe o bi da Libertadores?



Thiago Gomes é Administrador de Empresas. Trabalha com estratégias digitais e consultoria de e-commerce. É palmeirense e um apreciador do futebol, tanto nacional quanto internacional. Escreve para site esportivo desde 1996.