Opinião: E-Sports nas Olimpíadas?

Crédito da foto: Site oficial/League of Legends Brasil

Bom, não tem como negar que o e-sports está crescendo em todo o mundo, hoje já existem campeonatos nacionais e internacionais dos mais variados jogos.

LEIA MAIS:
League of Legends I Calendário do 1º Split do CBLoL 2016 divulgado

Alguns destes campeonatos, como o Mundial de DOTA 2, a premiação chega na casa dos milhões. Para se ter uma ideia, hoje o time ‘CNB’ anunciou que acabou de fechar um contrato com a ADIDAS – isso mesmo, a Adidas agora patrocina um time de e-sports.

Hoje um dos jogos mais jogados do mundo é o famoso ‘LOL’ ou League of Legends (liga das lendas) com 10 milhões de jogadores.

Há alguns meses atrás, aconteceu na Europa o Mundial de League of Legends e com participação de um time brasileiro (a ‘PAIN’). Meses antes eles foram campeões do Campeonato Brasileiro de ‘LOL’, que deu acesso para eles disputarem o desafio internacional contra a KLG no Chile, só depois que foram campeões eles ganharam o direito de participar do mundial.

O time brasileiro não teve um bom desempenho no campeonato e foi eliminado logo na fase de grupos, mas o titulo do texto não é o que está acontecendo no cenário do e-sports, e sim sobre o e-sports nas Olimpíadas.

Com o crescimento do e-sports no mundo, é normal que eles queiram o e-sports nas olimpíadas, assim como todo esporte que vira febre mundial. Mas aí tem um porém: depois que algumas empresas entraram com um processo no ‘COI’ (Comitê Olímpico Internacional) para que o e-sports já esteja presentes nas Olimpíadas de 2024, muitas personalidades do ramo já começaram a comemorar, mas isso não significa nada, pois na lista para entrar nas Olimpíadas está dominó, xadrez, dama, baralho, pôquer, cricket, futebol americano e etc…

Estar na lista de processos para entrada nas olimpíadas não é grande coisa, já que o xadrez está nessa lista há mais de 20 anos. Depois de tanto esperar, a ‘FIDE’ (Federação Internacional de Xadrez) criou uma ‘Olimpíada de xadrez’, já que os dirigentes da entidade cansaram de esperar o COI.

Além disso, alguns esportes foram banidos das olimpíadas quando a mesma chegou à era moderna como: Rugby, Cabo de Guerra, Pólo e etc. Depois das olimpíadas modernas, eles deram mais atenção para esportes que tenham um desgaste maior fisicamente. Este é um dos motivos que fazem o xadrez, baralho, dominó não figurarem nas Olimpíadas.

Então já que o COI deu mais atenção a esportes que tinham um desgaste físico maior, o e-sports não deve entrar nas Olimpíadas. Aí você me pergunta: mas e o arco e flecha? Bom, o arco e flecha cansa muito. A cada partida, os jogadores perdem quase um quilo e ficam tão cansados ou mais que um jogador de basquete. Eles ainda cansam o cérebro também. Então além do desgaste físico, ainda existe um desgaste cerebral. O COI não aceita o xadrez nas Olimpíadas, pois como todo mundo sabe o xadrez só cansa a cabeça (embora canse muito).

E ainda tem um problema muito maior a ser resolvido pelos magnatas do ramo: os e-sports são comandados por empresas, e não entidades assim como os demais esportes. Isso já criaria outro problema, pois pelas leis internacionais de trabalho ninguém pode trabalhar de graça (voluntario) para uma empresa.

A pessoa só pode trabalhar de graça para uma organização sem fins lucrativos, assim como o COI, FIFA, etc. Então já que quem comanda o e-sports é uma empresa ninguém pode trabalhar de graça. E outra: já que o COI é uma organização sem fins lucrativos, por que a do e-sports iriam faturar muito nas Olimpíadas?

Acho muito difícil o e-sports entrar nas Olimpíadas. Mesmo assim ,se caso o e-sports entre nas Olimpíadas, o COI terá que aceitar o xadrez, dominó, poker, baralho e etc e ainda resolver o problema de que empresas comandam o e-sports.

Crédito da foto: Site oficial/ League of Legends Brasil



Oi, meu Nome é Guilherme nasci em Guarulhos-SP, eu gosto de todos os esportes principalmente basquete,volei e o que eu mais gosto futebol!,gosto, não amo o futebol. È um esporte incrivel sem descrição!, o que eu acho mais legal no futebol! é o fato que seu time pode virar o jogo em 2 minutos ou perder nos primeiros 30 segundos de jogo.