PLAYOFFS DA NFL: O que esperar de Patriots e Chiefs?

crédito: reprordução facebook

Neste sábado, começam as semifinais de divisão dos playoffs da NFL. 4 jogos acontecerão, com 8 times lutando para chegar nas finais de suas conferências e ficar a um passo do sonhado Super Bowl 50.

O torcedores.com te explica tudo que você precisa saber sobre esses jogos: o caminho dos times até aqui, quem são os destaques individuais, os pontos fortes e fracos coletivos e quem não entra em campo neste final de semana. O primeiro duelo é entre o atual campeão da NFL, New England Patriots, e a sensação de 2015, Kansas City Chiefs.

 

New England Patriots X Kansas City Chiefs

Se alguém em Setembro de 2015 falasse que o Kansas City Chiefs estaria nos playoffs de divisão, ninguém iria acreditar. O time começou a temporada ganhando apenas um jogo e perdendo cinco, e ainda perdeu uma de suas principais estrelas: o running back Jamal Charles. Entretanto, o time embalou e se tornou a sensação da NFL ao conseguir a incrível marca de dez vitórias consecutivas na temporada regular, seguida de uma vitória imponente na primeira rodada dos playoffs.

O grande segredo do time é a defesa dominante que propicia oportunidades para o seu experiente e maduro quarterback. Para se ter uma ideia, são 47 sacks (quarta melhor marca da NFL), 22 interceptações e 7 recuperações de fumble. Ela é a nona melhor defesa contra o passe, oitava contra o jogo terrestre e a terceira melhor em pontos cedidos. Nomes como Eric Berry (safety), Sean Smith (cornerback) Marcus Peters (cornerback calouro que pode ser eleito o melhor do ano de 2015), Justin Houston (linha defensiva) e Tamba Hali (linha defensiva) devem dar muito trabalho para Tom Brady e seus amigos.

O ataque, comandando pelo bom quarterback Alex Smith, vem surpreendendo a todos neste ano, com um passe muito sólido e um jogo corrido espantador. Trevis Kelce e Jeremy Maclin, principais alvos do quaterback, foram fundamentais para as dez vitórias consecutivas e a expressiva vitória por 31 a 0 diante do Houston Texans nos playoffs. Maclin, entretanto, não entrará em campo neste sábado, o que ajuda muito o adversário New England Patriots. Bill Belichick, técnico adversário, deve fazer um esquema de marcação especial em Kelce, e certamente dará trabalho aos Chiefs.

O time de especialistas também se destacou muito ao longo do ano. Com bons retornos, os Chiefs sempre tem boas posições de campo para iniciar suas campanhas ofensivas. Na semana passada, o primeiro lance do jogo contra o Houston Texans foi um retorno de 106 jardas para touchdown. Além disso, contam com um dos kickers mais confiáveis da NFL: o brasileiro Cairo Santos, maior pontuador dos playoffs na semana passada e que pode fazer história ao ser o primeiro brasileiro a chegar a uma final de conferência na NFL.

Os Chiefs não terão tarefa fácil, entretanto. Eles encaram o New England Patriots e o quarterback Tom Brady, um dos melhores da história da NFL. Os atuais campeões do Super Bowl começaram o ano ganhando as dez primeiras partidas e davam a impressão de que novamente teriam uma temporada invicta, assim como fizeram em 2007, quando perderam o Super Bowl para o New York Giants. Uma série grande de lesões em todos os setores do time, entretanto, atrapalhou o time de Bill Belichick, que acabou perdendo 4 dos últimos 6 jogos do time na temporada.

A boa notícia para os fãs do time de Boston é que a maioria dos jogadores que estavam lesionados irão retornar para o jogo contra os Chiefs. Na defesa, Chandler Jones (defensive end), Rob Ninkovich (defensive end), Dont’a Hightower (linebacker) e Devin McCourty (safety) treinaram nesta semana e provavelmente devem jogar.

No ataque, Brady, um dos quarterbacks menos interceptados da NFL, ganhará reforços importantíssimos. Julian Edelman (wide receiver) e Rob Gronkowski (tight end), que estavam lesionados, retornarão ao time e serão alvos do marido da modelo Gisele Bundchen. Se estiverem 100% saudáveis, darão muito trabalho a brilhante secundária dos Chiefs. Esse confronto, aliás, é um dos mais agudados do duelo.

O ponto fraco do time é a linha ofensiva. Os Patriots utilizaram ao todo 18 jogadores nessa posição durante o ano, e o quarteback do time foi sacado 38 vezes, número alto para a NFL. Considerando que o adversário conta com Justin Houston e Tamba Hali, o coordenador ofensivo dos Pats tem muito com o que se preocupar. Brady, entretanto, tem muito talento e capacidade para fazer um grande jogo diante de uma defesa boa.

O jogo também é uma espécie de revanche dos Patriots. Na quarta semana da temporada de 2014, o time foi até Kansas City e foi absolutamente massacrado pelos donos da casa, perdendo por 41 a 14, o que fez com que a imprensa americana começasse a especular um possível fim da dinastia Belichick e Brady O jogo foi um marco para os Patriots, que venceram na semana seguinte e acabaram se sagrando campeões do Super Bowl 49.

O duelo acontece neste sábado, às 19:15 do horário de Brasília, com transmissão ao vivo dos canais ESPN.



Paulistano, 27 anos, deixou a publicidade e o marketing esportivo para ingressar no jornalismo e conseguir cobrir grandes eventos esportivos. Apaixonado por esportes olímpicos e futebol americano, sonha em estar no Rio de janeiro em 2016 para cobrir os Jogos Olímpicos in loco.