Santos nega ter recebido proposta por Geuvânio e chama investida chinesa de “assédio”

Geuvânio

Durante mais um dia de especulação entre mídia e torcida se Geuvânio deixará o Santos para atuar na China, o clube soltou nota oficial em seu site afirmando que não recebeu proposta de nenhum time do país asiático – e isso inclui o Tianjin Quanjian, time treinado por Vanderlei Luxemburgo.

De acordo com a nota, a suposta proposta sem o valor revelado não foi feita ao clube. Mas que sim, o Tiajin falou com o jogador – porém, para o Santos, isso caracteriza “assédio”.

“O Santos Futebol Clube informa que ficou sabendo por meio dos veículos de comunicação que o atleta Geuvânio teria recebido proposta para atuar no futebol do exterior. Os dirigentes do Alvinegro ressaltam que receberam a informação de assédio ao atacante, que tem contrato com o Santos Futebol Clube até dezembro de 2017”, diz a nota.

“Desta forma, o Clube aguarda propostas oficiais pelo atleta que, caso cheguem, serão analisadas pelo Comitê de Gestão e pelo Conselho Fiscal, este órgão independente do Conselho Deliberativo”, completa a nota santista.

O presidente Modesto Roma Jr., porém, já afirmou que há acerto entre o clube chinês e o jogador, mas que, sem proposta oficial ao clube, vetou momentaneamente a saída de Geuvânio.



Jornalista esportivo.