3 Dias para o Superbowl 50: Os Broncos

Faltam apenas 3 dias para um dos maiores acontecimentos esportivos do mundo. O “Super Bowl”, a data mais importante do esporte americano está chegando,  e com a proximidade desta data importante, o Torcedores.com estará com um texto especial todos os dias as 21h30, até a chegada do kickoff decisivo entre Broncos x Panthers.

O Superbowl está chegando, faltam menos de 100 horas para a disputa do jogo que vai decidir a temporada 2015/2016 da NFL, e desde o último domingo (31) este site tem feito um especial, mostrando tudo o que cerca um “Superbowl”. Entretanto, finalmente entramos na parte mais importante rumo ao jogo de domingo, o momento de apresentarmos um resumo das histórias dos times que vão decidir a atual temporada.

Começamos com o Denver Broncos, time fundado em 1960 por Pat Bowlen. O time compete na NFL desde 1960 (ex-membro da AFL) e joga pela divisão AFC. O time atualmente é presidido por Joe Ellis e treinado por Gary Kubiak. Tem dois títulos da NFL (1997, 1998), oito títulos de divisão (1977, 1986. 1987, 1989, 1997, 1998, 2013, 2015) e 15 títulos de divisão (1977, 1978, 1984, 1986, 1987, 1989, 1991, 1996, 1998, 2005, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015).

O nome do time vêm de um concurso realizado em 1960, com o intuito de nomear a nova franquia de futebol americano da AFL, e consequentemente, “Broncos” foi o nome escolhido para o time de Denver.

Os Broncos jogaram no Mile High Stadium por 40 anos, mas mudaram de casa em 2001, para o Sports Authority Field, onde manda seus jogos desde então. O time foi fundado em 14 de agosto de 1959, e o jogo de estréia foi uma vitória sobre o Boston Patriots por 13×10 em 9 de setembro de 1960. No dia 5 de agosto de 1967, os Broncos se tornaram o primeiro time da AFL da história a vencer um time da NFL, com vitória sobre o Detroit Lions por 13×7 em um jogo de pré-temporada. Mas, sua jornada pelos anos 60 foi nada boa, com o cartel de 39-97.

O primeiro Superbowl dos Broncos foi em 1977, mas a estréia na decisão da NFL terminou em um vice-campeonato contra o Dallas Cowboys, que venceu por 27×10.

Em 1981, Dan Reeves assumiu os Broncos como o técnico mais jovem da NFL, e no ano de 1983, um importante jogador chegava a Denver. O quarterback John Elway, que jogou o futebol americano universitário pela Stanford. Elway já tinha sido draftado pelo Baltimore Colts drafts passados, mas o mesmo não aceitou alegando preferir praticar o baseball pelo New York Yankees.

Entretanto, o destino de Elway era mesmo o futebol americano, e o quarterback (que aceitou o convite dos Broncos) comandou o time para seis aparições na pós-temporada, 5 títulos da de divisão, 3 títulos da AFC, e (consequentemente), 3 disputas de Superbow durante os 12 anos em que Elway conduziu o time. Todavia, os Broncos perderam todas as decisões em que chegou (39×20 Giants, 42×10 Redskins, 55×10 4ers). Mas, em 1997, finalmente a recompensa chegou. Elway colaborou com o time para a o primeiro título dos Broncos, contra o Green Bay Packers (31×24) no “Superbowl XXXII”, Mmas quem realmente deu a vitória foi o running back Terrell Davis, que correu 157 jardas e fez 3 touchdowns, um recorde da decisão. Na temporada seguinte, mas um título, contra o Atlanta Falcons (34×19) , dessa vez com o Elway sendo o MVP da decisão, completando 18 dos 29 passes para 336 jardas. Após este jogo, John Elway se aposentou.

Após a saída de John Elway, o quarterback Brian Griese assumiu a titularidade, mas acabou fracassando.

Depois de um longo período de insucessos, os Broncos voltaram aos playoffs em 2011, com a chegada do técnico John Fox (vindo do Carolina Panthers) e do jogador Tim Tebow. Depois o time teve a chegada de Jake Plummer. Foram 3 anos seguidos na pós-temporada, mas sem chegar ao Superbowl. Após a derrota em 2014 para o Indianapolis Colts nos playoffs de divisão (24×13), John Fox deixou o comando da equpe com a porcentagem de 719% de vitórias em quatro temporadas, sendo (numericamente) o maior técnico da históra da franquia.

Em 20 de janeiro de 2015, os Broncos contrataram Gary Kubiak (15º técnico da história da franquia) para a temporada 2015/2016. Kubiak já tinha sido quarterback reserva de John Elway, ídolo da franquia, por 8 anos, além de coordenador ofensivo por 10 aos. Com toda a troca de staff, os Broncos acabaram terminando a temporada regular como a defesa menos vazada da NFL. Nos playoffs, o time derrotou o Steelers (23×16) e os Patriots (20×18), se classificando ao “Superbowl 50” e a sua 6ª final de NFL.

Como pudermos notar, Elway é o grande ídolo da história do Denver Broncos, mas um certo jogador motiva os torcedores da atual geração. Peyton Manning tem 39 anos, nasceu em Nova Orleans e jogou 13 anos pelo Indianapolis Colts. Mas é desde 2012, nos Broncos, onde Manning escreve seu nome na história da NFL. Sua estréia ocorreu no dia 9 de agosto de 2012 contra os Bears pela pré-temporada, completando 4 de 7 passes e 1 INT. Seu primeiro jogo oficial foi contra os Steelers, onde P.Manning completou 19 dos 26 passes para 253 jardas e 2 touchdowns. Na abertura da temporada 2013/2014, Manning lançou para 7 touchdowns, contra os Ravens, alcançando um recorde histórico. Em 19 de outubro de 2014, Manning fez seu passe para o 509º touchdown da carreira, alcançando o lendário Brett Favre como líder de passes. Após recordes e jogos históricos, Manning chega para sua 4ª decisão.

Esse foi um resumo da história dos Broncos, que é muito maior que este simples texto.




Vocação jornalística e esportiva desde a infância. Colaborador desde 2015 com matérias/artigos, principalmente nas coberturas do automobilismo, futebol americano e esportes eletrônicos.