5 motivos que provam que Kelvin vai ser mais feliz no São Paulo do que no Palmeiras

Érico Leonan / saopaulofc.net

O atacante Kelvin foi anunciado nesta quinta-feira (4) como novo reforço do São Paulo. O jogador de 22 anos foi emprestado pelo Porto, de Portugal, por uma temporada ao Tricolor. E um dos motivos que podem trazer desconfiança ao torcedor são-paulino é o fato de o jogador ter tido passagem recente pelo arquirrival Palmeiras.

LEIA MAIS:
São Paulo anuncia contratação de Kelvin
Confira o que Kelvin disse após o acerto com o São Paulo

De fato, o desempenho de Kelvin no alviverde não anima: foram 23 partidas e apenas um gol. Mas ele tem tudo para ser muito mais feliz no São Paulo do que foi no arquirrival. E o Torcedores.com mostra o porquê:

1) Mais maduro

Kelvin ainda é um menino. Com 22 anos, tem muito o que viver ainda no mundo do futebol. Mas, para um jovem adulto, um ano faz muita diferença. Mais velho do que quando vestiu a camisa alviverde, Kelvin certamente terá mais maturidade para conquistar teu espaço dentro do Morumbi.

2) Concorrência aberta

Se nem Luis Fabiano foi titular absoluto no São Paulo em 2015, o que dizer da situação da linha de frente tricolor em 2016. Embora o argentino Jonathan Calleri tenha mostrado um belo cartão de visitas contra o Universidad César Vallejo, nada está definido no time de Edgardo Bauza. Com isso, Kelvin terá motivação de sobra para tentar um lugar no ataque são-paulino.

3) Empolgação pela Libertadores

Animação para disputar a Libertadores com a camisa do São Paulo é o que não falta ao novo reforço. Em entrevista ao site oficial do Tricolor, Kelvin afirmou que nunca disputou o torneio e que, caso jogue, dará o máximo: “Tive a oportunidade de disputar competições europeias, mas nunca joguei a Libertadores. O São Paulo abriu as portas para mim, e se eu tiver a oportunidade de jogar a Libertadores darei o meu máximo. É um torneio tradicional, que todos querem vencer e o clube mostrou que tem história neste campeonato. Estou na torcida pelo time na primeira fase, e espero fazer parte de uma campanha vitoriosa”, disse ele, que só poderá jogar a partir da fase de grupos.

4) Técnico de nível mundial para orientar

Que Marcelo Oliveira é um bom técnico, os resultados falam por si só. O treinador do Palmeiras foi bicampeão brasileiro no comando do Cruzeiro, entre 2013 e 2014, e conduziu o alviverde ao título da Copa do Brasil no ano passado. Porém, o comandante do São Paulo, Edgardo Bauza, é bicampeão da Taça Libertadores. Certamente isso poderá de Kelvin um atleta muito melhor no São Paulo.

5) Menos pressão, mais paz

O Palmeiras é um clube constantemente pressionado pela torcida, que já protagonizou casos de agressão a atletas. No São Paulo, a situação é diferente. Salvo raras situações, como a que crise política que recentemente agitou o clube, o Tricolor costuma ser um “porto seguro” para os atletas. Tudo isso pode contribuir para Kelvin brilhar no Morumbi.

Crédito da foto: Érico Leonan/saopaulofc.net



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.