Anderson Silva afirma que quer fazer quatro lutas neste ano

Crédito da foto: Getty Images

Anderson Silva parece estar com mais gás do que muito garoto no UFC. Aos 40 anos, o ex-campeão da categoria dos médios (84kg) afirma que quer disputar quatro lutas neste ano, para, em seguida, voltar a disputar o cinturão.

LEIA MAIS:
UFC: Anderson Silva volta a aparecer no ranking dos médios
Luke Rockhold sobre Anderson Silva: “Seria uma honra bater nele”

 

O primeiro dos compromissos do Spider será ainda neste mês. Ele enfrenta o inglês Michael Bisping na luta principal do UFC Londres, que acontecerá no dia 27 de fevereiro.

“Além do Bisping, quero fazer mais três combates neste ano, e, vencendo, quero uma oportunidade pelo título novamente. Torço para que papai do céu me abençoe e que nada mais me pare”, falou Anderson Silva em entrevista ao programa “Passando a Guarda”, do canal “Combate”.

O Spider não luta desde que foi foi flagrado em exames antidoping realizados antes e depois do embate contra o americano Nick Diaz. A luta aconteceu no dia 31 de janeiro de 2015, no UFC 183, e após longo processo judicial, o brasileiro foi suspenso da organização por um ano. O resultado da luta – vitória por decisão unânime – foi alterado para “no contest”.

Mas antes da luta contra Diaz, Anderson veio de longo período de inatividade. A segunda derrota para Chris Weidman, em dezembro de 2013, foi a penúltima luta do Spider. Neste combate, Anderson quebrou a perna após ter um chute defendido pelo norte-americano (para quem perdeu o cinturão em julho de 2013).

O desejo do brasileiro de lutar quatro vezes em um mesmo ano é ousado. A única vez que isso aconteceu foi em 2006. Naquele ano, Anderson venceu perdeu para o japonês Yushin Okami por desqualificação no Rumble on the Rock 8, em luta que aconteceu em janeiro. Em abril, nocauteou Tony Fryklund com uma cotovelada no Cage Rage 16. Em junho, o Spider estreou no UFC vencendo Chris Leben por nocaute. Por fim, em outubro, se tornou o campeão dos médios ao nocautear Rich Franklin.

Entre 2007 e 2008, Anderson Silva teve uma agenda intensa, com três combates em cada ano. A partir de 2009, o ritmo caiu para uma média de duas lutas por temporada.

Crédito da foto: Getty Images



Jornalista, editor do Torcedores.com. Passagens pelos jornais Metro, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde, Marca Brasil, Agora São Paulo, Diário de S. Paulo e Diário do Grande ABC.