Argentino ex-Palmeiras ajudou Calleri na adaptação ao Brasil; entenda

Jonathan Calleri chegou ao Brasil no final de janeiro, mais precisamente no dia 25, desembarcou demonstrando todo seu carinho pelo Boca Juniors e sua vontade e tentação por vencer a Copa Libertadores da América pelo São Paulo. Pouco mais de 10 dias se passaram desde a chegada do atacante ao país e sua adaptação foi rápida, graças a um compatriota que jogava no rival Palmeiras, Pablo Mouche

LEIA MAIS
Mercado da bola: Porto faz proposta por promessa da base do São Paulo
Com novidades São Paulo se prepara para a partida contra o Água Santa

O argentino Mouche chegou ao Brasil em 2014, quando o Palmeiras era treinado pelo argentino Gareca, porém, o jogador não fez sucesso com a camisa do Verdão, em dois anos o atacante jogou apenas 27 partidas e marcou apenas 3 gols. Nessa temporada Mouche acabou sendo emprestado pelo Palmeiras ao Lanús da Argentina.

E o que isso tem a ver com Calleri? Tudo. O próprio atacante recém chegado ao São Paulo explica. “Ele me deixou tudo aqui em São Paulo. Se não fosse por Mouche, teria que correr atrás de casa e de carro. Por isso gostaria de agradecê-lo em público”, disse o camisa 12 do São Paulo.

Coincidentemente Mouche também foi cria do Boca Juniors, o atacante foi revelado pelo clube argentino em 2006. Já Calleri estreou na última quarta-feira com a camisa do São Paulo e salvou o time com um golaço no Peru, que da ao Tricolor a vantagem de entrar classificado no confronto diante o César Vallejo.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net



Jornalista em formação. Fanático por esportes, principalmente futebol. Vivo em busca de desafios e oportunidades que a vida me proporciona.