Briga “causada” por Leandro Damião faz presidente do Betis renunciar ao cargo

Divulgação/Cruzeiro.

Não é só o Santos que tem problemas com Leandro Damião. O Betis, que nem chegou a assinar com o jogador, também sofre graças ao atacante.

Leia também: Damião receberia R$ 14 milhões no Betis; Conselho vetou contratação

Nesta quarta-feira, Juan Carlos Ollero, presidente do clube, anunciou que renunciou ao cargo de maneira irrevogável.

O motivo? Leandro Damião.

É que Ollero foi um dos que fechou o acordo por Damião antes que o Conselho de Administração do clube impedisse a contratação do jogador no último dia da janela de transferências europeia.

Segundo Ollero, “as diferenças no Conselho influenciaram na decisão sobre Damião. Sinto muito ter que intervir nestas circunstância no Betis, mas me sinto obrigado. O Betis e seus torcedores merecem saber o que está passando”, declarou o ex-presidente em entrevista coletiva.

Em seu discurso, Ollero seguiu criticando a falta de ajuda que recebeu do Conselho e que o caso Damião culminou em sua renúncia.

Damião foi vetado em razão dos valores o acordo: por um ano e meio de contrato ele receberia cerca de R$ 14 milhões, com chances de bônus por escalações como titular e gols.

Foto: Divulgação/Cruzeiro



Jornalista esportivo.